Gestão de Negócios

Máquinas e humanos: a era da colaboração

Escrito por SONDA

Por mais que o uso de máquinas no ambiente corporativo não seja nenhuma novidade, é fato: a acelerada transformação digital pela qual o mundo vem passando nos últimos anos reforça as potencialidades do uso da tecnologia como diferencial competitivo. A relação entre máquinas e humanos é chave para o sucesso das empresas, uma vez que possibilita a otimização do tempo dos funcionários, resultando em mais produtividade e resultado.

Pronto para conhecer algumas das principais vantagens que seu negócio pode ganhar ao apostar em soluções de tecnologia? Então confira agora mesmo nosso post de hoje!

Redução de burocracia

Não importa se sua empresa é de pequeno, médio ou grande porte: ela certamente precisa lidar com uma série de processos repetitivos e lentos. E por mais que a burocracia possa ser útil na medida em que cria padrões de atuação e permite o controle via documentação de processos, quando em excesso, ela trava a produtividade do negócio.

Usando as ferramentas tecnológicas certas, a empresa consegue abandonar controles manuais e garantir agilidade em entregas-chave. É possível, por exemplo, emitir notas fiscais eletrônicas com ferramentas de gestão e até mesmo elaborar e enviar documentos complexos, como declarações acessórias para o fisco.

A digitalização de documentos também evita o acúmulo de papéis, eliminando com isso o trabalho de organizá-los em espaços físicos. Com essa ajuda, é possível alocar arquivos em espaços virtuais e acessá-los via qualquer dispositivo conectado à internet, tudo graças a servidores que usam cloud computing.

Diminuição de erros

Outra vantagem obtida da poderosa aliança entre máquinas e humanos pode ser vista com a diminuição de riscos processuais. Como as máquinas seguem os protocolos definidos por seus programadores, não erram por motivos tipicamente humanos — como cansaço ou pura distração.

Só por isso, a automatização de processos já traz um ganho real na prevenção de riscos, além de ainda melhorar o compliance da empresa ao inibir erros dolosos — a possibilidade de fraudes no negócio. Solucionando mais que problemas causados diretamente por erro humano, como prejuízos e refações, o uso de tecnologia reforça a segurança jurídica da organização e ajuda na manutenção de uma boa imagem corporativa.

Segurança das informações

Especialmente hoje em dia, as empresas precisam lidar com uma quantidade massiva de dados, sejam eles internos, de parceiros ou de clientes. Garantir que essas informações estejam seguras é, portanto, uma necessidade.

Com o uso de ferramentas seguras, é possível garantir a integridade de dados sem cair em empecilhos burocráticos. O uso de criptografia nos servidores internos ou na nuvem e a aplicação de diretrizes de segurança para autorização de acesso são alguns dos recursos digitais que inibem o desvio ou o roubo de dados.

Sites empresariais também vêm recebendo sistemas antifraude robustos. Até o pagamento online, ainda um recurso sob certa desconfiança do público, é mais seguro com o uso gateways e intermediadores confiáveis. Além disso, a tecnologia também ajuda na correção de falhas, com os arquivos da empresa sendo facilmente recuperados caso ela tenha feito um backup e conte com uma solução de armazenamento na nuvem.

Qualidade dos dados

Já falamos aqui sobre a quantidade massiva de dados necessários para guiar decisões estratégicas, correto? Por isso mesmo, é preciso contar com boas ferramentas para conseguir analisar essas informações, selecionando o que é de real interesse da empresa.

Com ferramentas de gestão empresarial (como os ERPs), o negócio consegue não só captar dados internos e externos de maneira integrada, mas também estabelecer protocolos para que o próprio sistema consiga extrair informações relevantes. A partir daí, relatórios gerenciais são criados de forma simples e os gestores têm acesso a gráficos e tabelas de rápida leitura, que levam em conta apenas aquelas informações mais qualificadas.

Controle do histórico

Além de ser necessário consultar informações importantes durante o dia a dia da empresa, o negócio também precisa contar com um banco de dados robusto, que espelhe toda sua trajetória. Afinal de contas, é conhecendo e analisando os resultados passados que se consegue entender o contexto atual e planejar os próximos passos da empresa.

As ferramentas tecnológicas ajudam na composição desse histórico, já que armazenam as informações processadas de forma segura. Assim, se você precisa checar o aumento das vendas no período do Natal, por exemplo, pode baixar os dados necessários e tomar as devidas ações para atender à demanda do ano corrente, seja acionando fornecedores com maior antecedência ou planejando campanhas de marketing mais efetivas.

Otimização das relações

Seja nas ações de venda ou de fidelização, no pós-venda, o atendimento ao cliente é ponto-chave para o sucesso de qualquer negócio. E aqui, mais uma vez, a relação entre máquinas e humanos traz ótimas oportunidades para aprimorar o contato com o consumidor final.

É possível entender qual é o perfil dos compradores, apostando em técnicas e ferramentas de Customer Relationship Management (CRM), por exemplo. Com essa ajuda, as informações dos clientes são analisadas para diferenciar os nichos. Dessa forma, é possível focar suas ações de marketing e atendimento de acordo com as características do público para aumentar as conversões graças a uma abordagem personalizada.

Melhoria na comunicação

A comunicação interna da empresa também pode ser melhorada com o uso de ferramentas simples, mas de alto impacto. É possível, por exemplo, compartilhar documentos e projetos de forma facilitada via internet, entrar em contato com colegas por aplicativos de mensagem no celular e até fazer reuniões por meio de videoconferência.

O contato com o consumidor final também ganha fluidez na medida em que as organizações passam a contar com diversos meios de comunicação, como e-mail e redes sociais. Além de aproximarem os compradores das empresas, essas fontes de informação também possibilitam a coleta de dados de maneira estruturada, permitindo uma melhoria constante na ponte entre público e negócio.

Foco no core business

É essencial entender que o uso da tecnologia nas empresas não veio para substituir o trabalho humano. Na verdade, todos esses recursos vieram justamente para fazer com que os funcionários consigam dedicar tempo e trabalho para os pontos-chave do negócio, deixando processos lentos, repetitivos e de pouco impacto produtivo por conta da tecnologia.

Com o apoio das máquinas, os profissionais contam com um fluxo constante de informações para a tomada de decisões, conseguem controlar e avaliar processos de forma mais rápida e até testar novas soluções sem traumas. Assim, além de permitir que os funcionários voltem sua atenção para o core business do negócio, a tecnologia também abre portas para a inovação constante.

Por fim, se gostou deste post, que tal compartilhá-lo em suas redes sociais? Faça com que seus amigos também saibam que a colaboração entre máquinas e humanos já está gerando bons frutos!

Sobre o autor

SONDA

A SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, atua em 10 países com mais de 22 mil colaboradores e 5 mil clientes ativos. Em parceria com seus clientes, a SONDA acredita que com o uso de soluções tecnológicas é possível transformar seus negócios, permitindo conquistar eficiência e vantagem competitiva. Entendemos do seu negócio e sabemos fazer acontecer, contando com uma equipe altamente capacitada. Para mais informações, acesse www.sonda.com/br.

Deixar comentário.

Share This
Navegação