Gestão de Negócios

7 passos para se qualificar para a transformação digital

Escrito por SONDA

Seja no cenário doméstico ou no universo empresarial, a verdade é uma só: a popularização das tecnologias da 3ª plataforma vai impactar diretamente os hábitos de consumo, a experiência e o relacionamento do cliente com as empresas. Estamos falando de cloud computing, mobile, realidades virtuais e Internet das Coisas, entre outras possibilidades. Conhece?

Hoje em dia, a adaptação à chegada de novas tecnologias com o investimento na transformação digital é questão de sobrevivência para as corporações que querem se manter competitivas no mercado. O que muitos não sabem, no entanto, é que esse processo envolve mais que a simples automação de tarefas e a migração para a cloud. Também é essencial mudar a cultura organizacional e apostar na capacitação dos colaboradores.

Quer entender melhor quais são os requisitos para se qualificar para a transformação digital? Então confira a seguir o passo a passo que preparamos!

1. Comece simplesmente saindo da inércia

Antes de mais nada, é preciso ter em mente que mudar todos os processos de qualquer empresa de uma só vez é simplesmente inviável. Afinal de contas, essa revolução demanda um grande volume de investimentos, incentivo à formação profissional e uma fase de adaptação por parte das equipes. O primeiro passo consiste, assim, em definir por onde começar a transformação digital.

Esse é o momento de conversar com colegas sobre o assunto e oferecer informações para conquistar o apoio dos líderes e da alta direção da empresa. A partir daí, o segredo está em priorizar aquelas mudanças que podem ser aplicadas rapidamente e com baixo custo operacional — como o uso das redes sociais, o compartilhamento de documentos na nuvem e a mobilidade corporativa.

2. Atualize-se sobre as tendências de mercado

Realmente conhecer os recursos tecnológicos disponíveis no mercado resulta em maior aproveitamento para a organização e em mais valor agregado aos negócios. Vá além do SMAC (Social, Mobile, Analytics e Cloud Computing), informando-se sobre tendências de segurança preventiva, tecnologias vestíveis, realidades virtual e aumentada, automação inteligente, nuvem híbrida, aplicativos multiplataforma e sistemas cognitivos. Avalie como essas soluções podem ser implementadas na sua empresa!

No campo das metodologias, não se esqueça de estudar as principais abordagens e os grandes conceitos do mundo digital, como DevOps, Scrum, Design Thinking e MVP, entre outros. Pode acreditar: com esse conhecimento, ficará bem mais fácil agilizar e alinhar os processos com as demandas do mercado.

3. Entenda as demandas da própria empresa

Antes de efetivamente investir em novas soluções e inserir tecnologias inovadoras no fluxo de trabalho da empresa, é primordial compreender exatamente quais são as demandas específicas do negócio. Caso contrário, a transformação digital não acontecerá como deve: alinhada com as metas, os objetivos e os resultados esperados pela organização. Por isso, considere se:

  • a transformação digital vai viabilizar a oferta de produtos e serviços de qualidade por um bom custo-benefício;
  • a transformação digital vai impactar a relação da empresa com o consumidor;
  • a transformação digital vai influenciar os processos internos;
  • o nível de dificuldade, os custos envolvidos e o tempo necessário para a implementação das soluções é alto demais;
  • a empresa conta com recursos suficientes para a mudança.

Baseando-se nesses pontos, fica mais fácil de identificar as oportunidades de investimento mais vantajosas e, a partir daí, planejar sua implementação. Só não se esqueça de sempre levar em conta os recursos disponíveis na corporação, ok?

4. Escolha bem as novas tecnologias

A realidade é que o mercado atual está saturado de novas tecnologias, serviços e fornecedores. Assim, além de saber aproveitar as oportunidades de investimento, um dos principais desafios da transformação digital é saber escolher os recursos mais eficientes e rentáveis para seu negócio em meio à poluição tecnológica. Para isso, acompanhe de perto as projeções de mercado e tendências tecnológicas para os próximos anos, analise cases de sucesso e valorize os feedbacks recebidos de colaboradores e clientes.

5. Organize o setor de Tecnologia da Informação

Se quer preparar a empresa e o time de colaboradores para a chegada da transformação digital, você precisa garantir que a área de TI tradicional está funcionando como deveria. Só quando as entregas da TI estiverem operando de acordo com o board é que será possível se dedicar às mudanças exigidas pela transformação digital.

Entenda: em vez de contar com uma única plataforma interligando todos os processos e setores da empresa, a TI do futuro será formada por uma variedade de plataformas e sistemas virtualizados. Esses sistemas serão escolhidos de acordo com os objetivos do negócio, que podem ser, por exemplo:

  • otimizar a infraestrutura;
  • melhorar a experiência digital do cliente;
  • aprimorar o ambiente de trabalho digital;
  • transformar o modelo de negócio;
  • otimizar os processos empresariais;
  • implementar uma política de segurança da informação.

Se o foco for melhorar a experiência digital do cliente, por exemplo, será preciso adotar uma abordagem voltada para personas, centralização no público, integração dos canais de contato com o consumidor (omnichannel) e marketing de conteúdo, entre outras inúmeras opções. Já se o objetivo for melhorar o ambiente de trabalho digital, os desdobramentos serão completamente diferentes. Como pode ver, a caminhada é personalizada.

6. Encontre e retenha talentos

Não tem como fugir: o sucesso da transformação digital em uma empresa depende diretamente do grau de capacitação de seus colaboradores. Por isso, é fundamental contar com um time capaz de trabalhar com os novos recursos do mundo digital ou apostar em funcionários que apresentem esse perfil.

Nesse sentido, uma dica é criar um setor especializado, separado do âmbito operacional da TI e voltado especificamente para a transformação digital na organização. Tal setor deve ser formado por profissionais capacitados, como cientistas de dados, analistas de inovação e Chief Digital Officers (CDOs), por exemplo. Já conseguiu pensar em alguns nomes? Esforce-se para reter esses talentos! Acha que ainda não tem essas pessoas no quadro da empresa? Pois trate de encontrá-las! Para isso, pode trazer profissionais de fora ou investir na qualificação de quem demonstra interesse em crescer e parece ter potencial para tanto.

7. Busque uma atuação mais estratégica

Se a TI estiver bem alinhada com as necessidades e os objetivos do negócio, será mais fácil conseguir o suporte tanto dos colaboradores como da diretoria para a chegada da transformação digital. Por meio de uma arquitetura de TI estratégica, pensada a curto, médio e longo prazos, é possível, por exemplo, evitar investimentos desnecessários, erros de gestão e impactos indesejados nos resultados da empresa.

Na prática, muitas corporações ainda contem com uma cultura organizacional mais conservadora, técnica e reativa, o que gera resistência às inovações. Mas saiba: as empresas capazes de se adaptar às novas dinâmicas do mundo digital é que vão se manter competitivas no mercado nos próximos anos. Por isso, é crucial enfatizar a importância da transformação digital para garantir a sobrevivência do negócio, otimizar os processos e oferecer produtos e serviços com mais qualidade e menos investimentos.

E então, gostou do nosso post? Quer ter acesso a mais conteúdos de qualidade como este? Curta nossa página no Facebook e fique sempre em dia com nossas atualizações!

 

Sobre o autor

SONDA

A SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, atua em 10 países com mais de 22 mil colaboradores e 5 mil clientes ativos. Em parceria com seus clientes, a SONDA acredita que com o uso de soluções tecnológicas é possível transformar seus negócios, permitindo conquistar eficiência e vantagem competitiva. Entendemos do seu negócio e sabemos fazer acontecer, contando com uma equipe altamente capacitada. Para mais informações, acesse www.sonda.com/br.