Tecnologia da Informação

A mobilidade tecnológica mudando as forças de trabalho

Escrito por SONDA

 

Entre liberdade para profissionais e processos mais eficientes, a mobilidade tecnológica tem alterado constantemente a forma como as pessoas trabalham. Hoje, muitas funções podem ser perfeitamente desempenhadas sem a necessidade de o profissional se manter no mesmo endereço. Afinal, são muitas as atividades que demandam deslocamento frequente. Assim, a mobilidade não somente modifica a cultura de trabalho atual, como cria novas alternativas de desempenho.

Ao incorporarem mais recursos tecnológicos à sua rotina, as empresas têm ido além de simplesmente proporcionar mais autonomia e liberdade para seus funcionários. Enquanto os colaboradores recorrem a meios digitais para realizar suas atividades, as organizações diminuem custos. Porém, o principal benefício está atrelado à otimização e à agilidade dos fluxos de trabalho. Para entender melhor, continue acompanhando nosso post de hoje!

As mudanças na forma de trabalho das novas gerações

Antes todo profissional precisava se deslocar até a empresa para iniciar suas funções, certo? Hoje, o cenário para as novas gerações é bastante diferente. Acostumados ao uso de recursos digitais desde que acordam até o momento em que vão dormir, os jovens profissionais não têm nenhuma dificuldade em incorporá-los ao dia a dia de trabalho. Assim, basta um notebook ou um smartphone para iniciarem suas atividades, independentemente de onde estejam.

Mas não é apenas quanto ao espaço que as formas de trabalho estão sendo modificadas atualmente. Além de receberem liberdade para trabalhar de casa, os funcionários modernos têm recebido também autonomia para definir os horários em que vão realizar suas tarefas, montando eles mesmos seus cronogramas. Alguns profissionais preferem trabalhar à noite e seguir até a madrugada, enquanto outros ainda têm hábitos vespertinos.

Respeitar essas diferenças é uma alternativa para que as empresas aproveitem o melhor das competências de cada um dos seus profissionais. Isso sem contar que a liberdade dada pelos gestores tende a ampliar a capacidade criativa dos colaboradores.

Por essas e outras é que os critérios de valorização das novas gerações vão além de um bom salário. Organizações com menos restrições no que se refere a comportamento e horário se tornam mais atrativas para essas pessoas. Já é mais que comprovado por pesquisas de empresas de recrutamento: os jovens dão importância a cargas horárias flexíveis.

A mobilidade tecnológica auxiliando as rotinas de trabalho

Algumas formas de mobilidade tecnológica têm sido fundamentais para as empresas atraírem e reterem talentos, assim como para melhorarem os próprios processos de trabalho. Otimização, agilidade e eficiência são alguns dos benefícios que a mobilidade tecnológica tem trazido ao mercado. Confira a seguir algumas das alternativas que ajudam tanto os funcionários como as organizações!

Cloud computing

Um dos recursos tecnológicos que mais tem afetado os fluxos de trabalho é a possibilidade de armazenamento em nuvem. Ao recorrerem ao cloud computing, as empresas veem os processos internos ganhando agilidade e tendo mais proteção e segurança de dados. Isso sem mencionar a diminuição de custos!

O acesso a informações a partir de qualquer lugar e por meio de qualquer dispositivo móvel (sejam smartphones ou tablets) é um dos principais benefícios do cloud computing. Nesse sentido, independentemente de onde estiver, um gestor ou colaborador pode acessar documentos, conferir ou atualizar informações.

O cloud computing proporciona também mais proteção aos dados da empresa, uma vez que não apresenta o mesmo risco de defeito de servidores usados para o armazenamento de informações. Com certificações de segurança, os provedores de sistema em nuvem asseguram e se comprometem a oferecer proteção às informações contra ameaças de roubos e vazamentos.

O armazenamento na nuvem ainda diminui os custos das organizações ao guardar suas informações. Para o uso desse tipo de serviço, as empresas pagam apenas pelo espaço que usarão. Como há flexibilidade, a capacidade de armazenamento pode ser aumentada ou reduzida de acordo com a demanda.

Videoconferência

Assim como o cloud computing, a videoconferência amplia as oportunidades de negócio e aprimora a comunicação. Com sua ajuda, a perda de tempo com deslocamentos já não é mais um obstáculo a ser superado nos modernos ambientes de trabalho.

A videoconferência pode ser usada tanto para a comunicação interna com outros profissionais da empresa quanto para o contato com clientes. Caso um colega de trabalho esteja em casa, em outra cidade ou até mesmo outro país, é possível usar esse recurso para fazer uma reunião. Da mesma forma, basta combinar um horário para atender um cliente sem a necessidade de se deslocar até ele.

Esses recursos permitem, ainda, que haja mais inovação e criatividade, uma vez que abrem espaço para a colaboração e a apresentação de ideias de diferentes talentos onde quer que estejam.

BYOD

A sigla BYOD se refere a Bring Your Own Device — ou traga seu próprio dispositivo. Esse conceito está atrelado à possibilidade de o funcionário usar o próprio telefone celular, tablet ou notebook para a realização de suas tarefas no ambiente de trabalho. A possibilidade de o colaborador recorrer às ferramentas que já tem à disposição pode propiciar um aumento de produtividade, já que as pessoas tendem a se sentir mais confortáveis ao usarem as próprias máquinas. Afinal, podem personalizá-las com aquilo de que mais necessitam.

Outra grande vantagem surge como consequência dos upgrades realizados nos dispositivos pelos funcionários, que costumam ser mais frequentes do que os feitos pela empresa. Assim, há um ganho no poder de processamento.

RFID

A Radio-Frequency Identification (identificação por radiofrequência) permite que, em vez do uso de um feixe de luz para a leitura do código de barras, a identificação seja feita por meio da frequência do rádio. E isso pode ser muito útil para a gestão de estoque. As etiquetas RFID são posicionadas nos produtos e, a partir delas, é possível fazer o rastreamento de qualquer mercadoria individualmente. Surge, assim, a possibilidade de saber exatamente onde ela se encontra dentro da cadeia logística.

Com essa tecnologia, são feitas gravações inalteráveis de códigos, o que evita fraudes. As etiquetas RFID ainda propiciam o envio de informações sobre o produto — como condição e temperatura.

Seja em benefícios para a empresa em seus processos ou para os funcionários na execução de suas tarefas, a mobilidade tecnológica altera as forças de trabalho incessantemente. Embora ainda haja resistência de alguns profissionais no uso de recursos digitais, é evidente que aproveitá-los tende a aprimorar a comunicação e tornar os processos mais eficientes.

Mas e aí, de que forma a mobilidade tem influenciado a rotina da sua empresa e seu trabalho? Compartilhe sua experiência nos comentários!

 

SONDA 2017 CTA banner 600 x 125 px - 01 - imagem

Sobre o autor

SONDA

A SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, atua em 10 países com mais de 22 mil colaboradores e 5 mil clientes ativos. Em parceria com seus clientes, a SONDA acredita que com o uso de soluções tecnológicas é possível transformar seus negócios, permitindo conquistar eficiência e vantagem competitiva. Entendemos do seu negócio e sabemos fazer acontecer, contando com uma equipe altamente capacitada. Para mais informações, acesse www.sonda.com/br.