Tecnologia da Informação

Afinal o que é outsourcing de TI?

outsourcing de ti
Escrito por SONDA

À medida que os gestores compreendem o grande valor estratégico que os recursos tecnológicos podem ter em seus negócios, aumenta a necessidade de se elaborar uma infraestrutura de TI eficiente, com profissionais especializados, ágeis e sempre disponíveis. Em muitos casos, não existe a possibilidade de contratar diretamente pessoas aptas para executar esse serviço. Para atender a essa demanda, portanto, entram em jogo empresas de outsourcing de TI.

De fato, o termo outsourcing está em evidência. Mas a que ele se refere e que vantagens esse modelo de serviço pode trazer para sua empresa? Confira!

O que é outsourcing de TI?

A palavra outsourcing significa, em tradução livre, fonte externa, referindo-se ao uso estratégico de profissionais e serviços de empresas terceirizadas em auxílio à organização. Nesse modelo, o gestor contrata os serviços de uma outra empresa para cuidar de suas atividades-meio — aquelas que não estão relacionadas a seu core business —, o que permite que ela mesma concentre suas energias nas atividades-fim.

Esse modelo de contratação pode ser usado em diversos tipos de serviço. Especificamente no caso do outsourcing de TI (ou IT Outsourcing), terceiriza-se a infraestrutura de TI — incluindo a gestão, o controle e a manutenção dos sistemas de informação, além do fornecimento de profissionais especializados.

Especialmente empresas de médio e grande portes se beneficiam do outsourcing de TI, pois lidam com um volume enorme de tráfego de informações e, por isso, precisam ter seus sistemas operantes e disponíveis a todo momento. Além disso, essas organizações podem não contar com muitos profissionais especializados no setor em seu quadro de colaboradores, o que torna esse suporte externo um recurso muito valioso.

Quais são os tipos de outsourcing de TI?

Há basicamente 3 tipos de outsourcing de TI: offshore, onshore e nearshore. Continue acompanhando para entender como cada um deles funciona!

Offshore

Para reduzir os custos no setor de TI, o offshore outsourcing aloca os processos e a infraestrutura em países em desenvolvimento — como China, Malásia e Índia. Um dos grandes obstáculos desse modelo surge justamente aí, com as diferenças culturais e linguísticas entre os países, o que acaba gerando problemas na comunicação.

Diante disso, a Índia passou na frente, se tornando um dos destinos mais cotados para a instalação de empresas outsourcing. Isso se deve não apenas ao fato de que boa parte de sua população é fluente na língua inglesa, mas também pelo destaque do país na produção industrial de tecnologia.

Realmente, segundo o 2016 Global Services Location Index, pesquisa que analisa e classifica os melhores países onde alocar serviços de outsourcing, a Índia permanece em 1º lugar. E esse relatório ainda dá boas notícias para o outsourcing de TI aqui em nosso país: o Brasil subiu 4 posições no ranking, assumindo o 4º lugar. Esse cenário foi favorecido pela desvalorização da moeda brasileira frente ao dólar, o que tornou a economia nacional atraente para empresas estrangeiras reduzirem seus investimentos em TI.

Onshore

Em serviços de onshore outsourcing, a terceirização fica por conta de empresas localizadas dentro do mesmo país da contratante, o que automaticamente resolve os problemas de choque cultural e linguístico.

Nearshore

Já no modelo de nearshore outsourcing são contratados serviços de empresas situadas em países próximos, que possuem o mesmo idioma e fuso horário, além de culturas semelhantes. Tenta-se, com isso, atenuar as diferenças que a distância geográfica impõe, ao mesmo tempo em que é possível aproveitar o cenário econômico mais favorável de nações vizinhas.

Quais são as vantagens para as empresas?

À medida que as organizações alcançam certo volume de negócios, contratar os serviços de uma empresa de outsourcing de TI passa a ser fundamental. Entenda quais são os principais benefícios que esse modelo pode trazer para sua empresa!

Garantir a gestão correta do sistema

Os recursos tecnológicos formam a base de muitos processos corporativos. É importante, portanto, que o sistema funcione de forma ininterrupta, com bom desempenho e segurança. Tudo isso será garantido pela empresa de outsourcing, que conta com uma equipe altamente especializada.

Agilizar a correção de falhas

Falhas podem gerar indisponibilidade dos serviços, comprometendo a produtividade dos colaboradores e causando atraso nas demandas. Surge, consequentemente, o prejuízo financeiro. Ter profissionais capacitados sempre a postos é essencial para que os devidos reparos sejam feitos o mais rapidamente possível. E isso é justamente o que uma empresa de outsourcing oferece.

Ter mais controle sobre o orçamento

Especialmente para gestores de empresas cujo core business não é a tecnologia, planejar gastos e investimentos em ativos de TI tende a se mostrar uma missão um tanto quanto desafiadora. Por outro lado, deixar a manutenção e a gestão de TI nas mãos de uma empresa especializada torna as despesas muito mais mensuráveis e previsíveis.

Concentrar-se no core business

Pode ser bem complicado para a empresa lidar com a gestão das atividade-meio, mantendo uma infraestrutura de TI que realmente atenda à demanda do negócio e, simultaneamente, gerenciar as operações e vendas que estão diretamente ligadas a suas atividades-fim. Aí entra a contratação de uma empresa de outsourcing de TI, desonerando as atividades que não são o core business da contratante.

Além disso, os serviços de outsourcing também podem ser úteis no core da empresa, ajudando com a redução de custos, a análise de dados, a otimização de processos e o aumento de produtividade. Por isso, é importante que fornecedor e contratante dos serviços de outsourcing tenham suas estratégias bem alinhadas. Só assim conseguirão trabalhar harmonicamente.

Manter sistema e equipamentos atualizados

Obviamente, a empresa que possui equipamentos de TI antigos e um sistema desatualizado terá a produtividade, a segurança e a qualidade do atendimento aos clientes negativamente comprometidas. É realmente desafiador gerenciar os ativos de TI de modo a manter a atualização de toda a infraestrutura.

Por outro lado, migrar essa gestão para uma empresa especializada pode garantir que os investimentos em novos equipamentos sejam bem direcionados e que o sistema de software se mantenha atualizado, seguro e no nível de desempenho adequado para oferecer aos colaboradores e aos clientes um atendimento de qualidade.

O Grupo Brasanitas, por exemplo, que atua no segmento de limpeza ambiental, manutenção predial, controle de pragas e higienização hospitalar, terceirizou sua infraestrutura de TI. Em poucos meses, o grupo conseguiu reduzir 60% dos equipamentos obsoletos, aumentando a satisfação do público interno em relação ao suporte de TI e otimizando sua estrutura tecnológica.

Quando optar por um serviço de outsourcing?

A escolha de um serviço de outsourcing em TI deve ser vista como um investimento estratégico que se alinha com os objetivos do negócio e cria potencial para a empresa enfrentar mais facilmente as mudanças do mercado. Nesse contexto, uma série de fatores podem impulsionar a companhia a adotar essa solução. Acompanhe!

Necessidade de reduzir custos

Especialmente em momentos de crise, uma das primeiras estratégias adotadas por qualquer empresa é cortar custos, certo? Por meio dos mais diversos processos de análise, gestores rastreiam pontos que impactam negativamente no orçamento da companhia e avaliam a melhor forma de otimizar rotinas, desde que sem comprometer a produtividade interna e a qualidade do que vende.

Nesse cenário, o investimento no outsourcing proporciona ao negócio a capacidade de tornar o orçamento da área mais preciso sem que a empresa tenha que mexer em suas políticas de gestão de TI. A companhia passa a contar, assim, com um time compacto, que sempre corresponderá às necessidades de usuários e profissionais internos, diminuindo os gastos com a manutenção de recursos que não estão em uso.

Demanda por rotinas modernas

Manter um time de profissionais de TI atuando dentro dos padrões modernos de gestão e manutenção de recursos é um fator estratégico. Com o outsourcing em TI, você garante que todos os técnicos e analistas direcionados para as atividades da área tenham a capacidade de adotar uma rotina de trabalho ao mesmo tempo eficiente e inovadora.

Como consequência, a companhia terá uma infraestrutura de serviços e soluções digitais de altíssimo desempenho. Afinal, combinando flexibilidade e inovação, os profissionais podem atingir suas metas e seus objetivos com muita mais facilidade.

Dificuldade para gerenciar processos internos

Independentemente do porte da empresa, a capacidade dos profissionais em postos estratégicos está ligada diretamente aos resultados obtidos a médio e longo prazos. Diante disso, é crucial que gestores consigam otimizar sua rotina, reduzindo ao máximo o tempo investido em tarefas de gestão de pessoas e equipamentos.

Na prática, em um contexto em que a tecnologia está profundamente integrada ao dia a dia do ambiente corporativo, o tempo gasto com a gestão de recursos de TI pode ser elevado. Para evitar que isso comprometa toda a capacidade do negócio em atuar de forma estratégica, a empresa pode investir, é claro, no outsourcing em TI!

Por meio dessa solução, o negócio conta com um time de profissionais capacitados para trabalhar com a gestão de todo o setor. Da manutenção da infraestrutura de computadores à criação de políticas de segurança e privacidade digital, a equipe passa a conseguir alinhar os objetivos do negócio com seus processos de gerenciamento de recursos digitais, eliminando erros e falhas que possam comprometer a rotina da empresa.

Necessidade de ampliar rapidamente o time

O outsourcing também pode ser adotado em empresas que já possuem um time de TI qualificado, já que, em muitas situações, surge a necessidade de ampliar o número de pessoas que atuam no setor — nem que seja por um curto período. É justamente isso o que acontece com a migração de sistemas ou a adoção de novos equipamentos, por exemplo. Aí vem, mais uma vez, o outsourcing, permitindo que a empresa amplie rapidamente seu time de TI para conseguir se manter em dia com os prazos, com alta produtividade e sem erros.

Como escolher um serviço de outsourcing de TI?

A escolha de um serviço de outsourcing é um momento que exige bastante cuidado por parte da empresa. O processo decisório deve envolver uma longa pesquisa de mercado para garantir que o fornecedor escolhido seja capaz de atender, de fato, aos objetivos do empreendimento. Veja o que deve ser levado em conta!

Identifique o que será afetado pelo serviço

O primeiro passo é identificar como o outsourcing pode ser útil para a empresa. Nesse sentido, o negócio precisa levantar os processos que serão afetados por essa solução, bem como definir seus objetivos de médio e longo prazos. Assim, você conseguirá direcionar os investimentos na área com mais precisão.

Analise o feedback de clientes

Durante a pesquisa por prestadores de serviço, avalie também o feedback de clientes não só atuais, mas também antigos, que certamente conseguirão informar pontos fortes e fracos do serviço de outsourcing, bem como a maneira com que os profissionais atuam em momentos críticos.

Verifique as certificações da companhia

Essas certificações atestam o comprometimento de um profissional ou de uma empresa de TI com os padrões do mercado. Tais documentos são emitidos por organizações especializadas, depois de um longo processo em que todas as rotinas internas são verificadas e alinhadas com um elevado padrão de qualidade. Então anote aí: sempre que precisar contratar uma nova empresa de outsourcing de TI, verifique suas certificações. Assim você consegue identificar se o empreendimento é capaz de atuar de forma estratégica dentro do seu ambiente corporativo.

Crie um bom SLA

Não se esqueça do SLA (Service Level Agreement), documento que direciona toda a relação entre as empresas envolvidas no serviço de outsourcing e seus clientes. É por meio dele que são traçadas metas e definidas multas e procedimentos legais. Durante a criação do SLA, delimite as rotinas que serão de responsabilidade do serviço de outsourcing de TI e crie métricas de desempenho. As normas de segurança e de controle também podem ser definidas nessa etapa.

Além disso, é preciso garantir que todos conheçam os termos do acordo, evitando qualquer tipo de surpresa a médio e longo prazos. E também é importante que a empresa treine os profissionais terceirizados para que eles possam atuar de acordo com suas normas internas, algo crucial para não comprometer as políticas de compliance da organização.

Como você pôde ver, os gestores que lançam mão dos serviços de outsourcing de TI obtêm diversas vantagens para seus negócios, permitindo que fiquem focados em seu core business enquanto têm a seu dispor um suporte técnico e estratégico adequado para o sucesso da empresa. Que tal fazer um teste?

Por fim, para continuar aprendendo sobre o assunto, aproveite para ler mais sobre as vantagens do outsourcing de TI!

 

Summary
O que é outsourcing em TI?
Article Name
O que é outsourcing em TI?
Description
A palavra outsourcing significa, em tradução livre, fonte externa, referindo-se ao uso estratégico de profissionais e serviços de empresas terceirizadas em auxílio à organização. É a contratação dos serviços de uma outra empresa para cuidar de suas atividades-meio — aquelas que não estão relacionadas a seu core business —, o que permite que ela mesma concentre suas energias nas atividades-fim
Author
Publisher Name
Sonda
Publisher Logo

Sobre o autor

SONDA

A SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, atua em 10 países com mais de 22 mil colaboradores e 5 mil clientes ativos. Em parceria com seus clientes, a SONDA acredita que com o uso de soluções tecnológicas é possível transformar seus negócios, permitindo conquistar eficiência e vantagem competitiva. Entendemos do seu negócio e sabemos fazer acontecer, contando com uma equipe altamente capacitada. Para mais informações, acesse www.sonda.com/br.

Deixar comentário.

Share This
Navegação