Indicadores

Entenda a importância da análise preditiva no setor comercial

Escrito por SONDA

A análise preditiva vem ganhando espaço no mundo corporativo, já que permite “prever” o que vai acontecer no futuro. Não, não se trata de algo místico ou sobrenatural: como o próprio nome já diz, toda essa previsão acontece baseada em análises.

Quando se baseia em dados concretos, a tomada de decisões em uma empresa tem maiores níveis de acerto. É claro que não é possível chegar a 100% de precisão, mas aplicar a análise preditiva é, sem dúvidas, bem melhor do que trabalhar “no escuro”.

Para saber mais sobre esse assunto, continue a leitura deste post.

Afinal, o que é análise preditiva?

Há algumas décadas, a maior parte dos dados de uma empresa era armazenada em papéis. Fazer uma análise, então, demandava um investimento alto de tempo e recursos, já que era necessário buscar mecanicamente cada informação necessária.

À medida que entramos em uma era de avanços tecnológicos, mais empresas foram aderindo a sistemas de gestão que permitem a automação de alguns processos e o armazenamento de dados de forma otimizada.

Sendo assim, é possível reunir, cruzar e consultar dados de diversos setores da empresa, tendo uma boa ideia do todo, o que facilita entender quais ações futuras são as mais indicadas para atingir os resultados desejados.

Não é preciso nem dizer o quanto as margens de erro caem quando essa medida se torna uma prática aplicada na tomada de decisões na empresa. Isso sem contar que ela não analisa somente as questões internas da instituição.

Para ajudá-lo a entender melhor, explicaremos, a seguir, algumas das principais vantagens que vêm da aquisição dessa prática:

Antecipação de demandas do mercado

Apenas observando, muitas vezes fica difícil fazer uma previsão de vendas para os itens da empresa. Pode ser que fatores como a sazonalidade ou as vendas por região transmitam uma ideia equivocada sobre a saída de cada item.

Na análise preditiva, além de mensurar esses itens com dados completos, você ainda tem a oportunidade de compará-los a tendências comportamentais do mercado e ações da concorrência.

Dessa forma, é possível prever com boa antecedência quais serão as próximas demandas e preparar-se para supri-las. Isso evita que o gestor seja pego “de surpresa” por fatores que já estavam para acontecer (e somente ele não sabia).

Coleta de dados para tomada de decisão

Como dissemos anteriormente, uma decisão que não se baseia em dados pode até dar certo, mas tem muito mais chances de dar errado. Portanto, a análise preditiva é fundamental para aumentar a margem de decisões acertadas.

Dessa forma, dados dos diversos setores da empresa e do mercado são armazenados em um sistema de gestão e analisados em conjunto. Isso evita que uma visão apenas parcial da instituição forneça conclusões que não condizem com a realidade.

Esse talvez seja um dos maiores motivos pelos quais uma empresa que adota a análise preditiva como parte da sua conduta tem muito mais chances de crescimento e expansão no mercado.

Previsão de instabilidades

Nem todo período é igual ao anterior. E é claro que uma previsão, ainda que baseada em dados concretos, tem sua margem de erro. Entretanto, como dissemos, a análise preditiva engloba também o mercado.

Sendo assim, é possível levar em consideração outros fatores, externos à instituição, que possam levar a instabilidades em seu nicho de atuação.

Resumindo: trata-se de uma ferramenta que não faz uma simples coleta de dados e determina que o próximo exercício será igual ao anterior, mas sim de um importante auxiliar que leva em conta fatores que podem influenciar em mudanças na instituição.

Segurança nas operações

Fraudes ou processos viciosos dificilmente passam despercebidos diante de uma análise preditiva. Isso porque é possível detectar discrepâncias e, ainda que o comportamento não seja tão recorrente, ele não será invisibilizado.

Além disso, existem também as informações de fontes públicas que dizem respeito a falências e registros de históricos criminais, para efeito comparativo, caso seja necessário.

Devemos levar em consideração também as lacunas existentes nas histórias contadas por quem pratica as fraudes. Muitas vezes, elas são tão sutis que, a “olho nu” podem até passar despercebidas, mas certamente serão detectadas em uma análise preditiva bem-elaborada.

Potencialização do marketing

Não precisamos nem dizer que a análise preditiva é benéfica para a empresa como um todo: todos os setores, ainda que não estejam incluídos nos processos de tomada de decisões, logram vantagens advindas dessa ferramenta.

Isso acontece porque, com ela, o negócio ganha maior visibilidade já que, com a análise das tendências e comportamentos do consumidor, fica mais fácil determinar ações de marketing que realmente surtem efeito.

Quando conhecemos bem nossos clientes e seus hábitos, fica mais fácil lançar campanhas que atingirão diretamente a sua tomada de decisões. Isso acontece praticamente pela análise de dados obtidos a partir de páginas e perfis em redes sociais.

Conhecer o comportamento do público permite prever que tipo de conteúdo essas pessoas gostariam de receber e, assim, traçar as estratégias certas para conquistá-las.

Melhorias na operacionalidade

Já sabemos, então, que a análise preditiva traz melhorias à instituição como um todo, com todos seus departamentos e pilares de atuação. Além do marketing, por exemplo, até mesmo o departamento de TI sente as mudanças.

Para os profissionais dessa área, é importante manter a disponibilidade de sistemas e, para isso, precisam ter acesso a dados da rede que denunciem sistemas problemáticos que podem comprometer a experiência do usuário.

A partir daí, é possível determinar ações e melhorias capazes de tornar essa experiência muito mais rica e satisfatória. Outros setores, como recursos humanos, vendas e até mesmo colaboradores que trabalham na parte operacional também são beneficiados.

Tudo isso porque, quando os resultados da empresa caminham bem, até mesmo o clima institucional muda e permite aos envolvidos maiores níveis de satisfação e bem-estar. Isso reflete na produtividade, fechando um círculo virtuoso.

Como você pode ver, a análise preditiva pode ajudar (e muito!) a melhorar os resultados da sua empresa. Que tal começar agora mesmo a pensar em estratégias para a sua implantação?

Se você gostou do post, não guarde essas informações apenas para si mesmo. Compartilhe-o em suas redes sociais e permita que mais pessoas possam se beneficiar da análise preditiva.

Sobre o autor

SONDA

A SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, atua em 10 países com mais de 22 mil colaboradores e 5 mil clientes ativos. Em parceria com seus clientes, a SONDA acredita que com o uso de soluções tecnológicas é possível transformar seus negócios, permitindo conquistar eficiência e vantagem competitiva. Entendemos do seu negócio e sabemos fazer acontecer, contando com uma equipe altamente capacitada. Para mais informações, acesse www.sonda.com/br.