Tecnologia da Informação

Base de dados: a importância da disponibilidade e segurança da informação

Escrito por SONDA

Vivemos na era da informação: você certamente deve ter lido ou ouvido essa frase pelo menos uma dezena de vezes no último ano. Mais que lugar-comum ou mero chavão acadêmico, no entanto, trata-se de uma afirmação que merece um olhar mais apurado, com viés prático. De fato, a informação é o ativo mais precioso de qualquer empresa. Assim, para proporcionar um diferencial competitivo aproveitável, é essencial que a base de dados da organização receba atenção e cuidados especiais.

No cenário que se apresenta, o uso adequado de ferramentas para armazenamento e recuperação da informação é um fator crítico para o sucesso empresarial. Neste post, vamos mostrar como a escolha da solução de base de dados certa pode ser um diferencial para o negócio, garantindo a disponibilidade e a segurança da informação armazenada. Pronto para saber mais sobre esse recurso estratégico para o mundo corporativo que precisa ser confiável e consistente?

Afinal de contas, o que é uma base de dados?

Basicamente, uma base de dados é um repositório de informações minimamente organizadas sobre determinado assunto, de forma que possam ser consultadas e atualizadas sempre que necessário. Embora esse conceito permita enquadrar na categoria até uma lista feita à mão, naturalmente estamos tratando aqui de bases de dados informatizadas, que são armazenadas e mantidas por ferramentas específicas.

Seu principal objetivo é fornecer processamento ágil, apoio ao negócio e subsídios para tomada de decisão, tudo com base nos objetivos estratégicos da instituição. Dentro desse contexto corporativo, vamos falar então de sistemas de gerenciamento de informações, que oferecem recursos avançados para armazenamento, recuperação e segurança dos dados da empresa.

Como fica a qualidade em meio a esse volume todo?

Acredite você ou não, a verdade é que, hoje em dia, a humanidade produz mais informação anualmente que acumulou em 40 mil anos. E esse volume cresce de forma exponencial, com a popularização e a consequente redução de preço das tecnologias para armazenamento. Não é difícil, portanto, que muitas vezes nos sintamos perdidos diante de tantos dados logo ali, à disposição. Se começarmos a relacionar essas informações, a quantidade produzida chega a valores inimagináveis e, claro, impossíveis de manipular diretamente pela mente humana.

A boa notícia é que grande parte dessa informação é desestruturada: foi e continua sendo armazenada sem nenhum critério que permita sua recuperação com algum valor. E não entenda mal: usamos a expressão boa notícia porque sua empresa pode obter diversas vantagens com a pouca atenção que as organizações em geral têm dispensado a suas próprias bases de dados.

O que queremos dizer com isso é que não basta simplesmente juntar informações sobre o negócio e guardá-las de qualquer forma, sem planejamento. Para obter o tão desejado diferencial competitivo que o mercado exige, é importante que as bases de dados da empresa sejam devidamente estruturadas, apresentando informações relevantes para o negócio e tendo sempre em vista os objetivos que buscados a médio e longo prazos.

Como usar a base de dados de forma inteligente?

Você já sabe que a informação é um recurso estratégico. Assim, se bem empregada, a base de dados facilita o uso dessas informações para fins operacionais, transacionais e também para a análise e a gestão do negócio. Por tudo isso, saber gerir os recursos de modo a obter informação relevante é o que vai diferenciar sua empresa no mercado.

Além dos dados corporativos, armazenados nativamente nas bases da empresa, hoje também é possível coletar informações em tempo real sobre o comportamento dos clientes e do mercado. Isso se dá por meio do monitoramento de redes sociais e do uso massivo de dispositivos móveis, cada vez mais integrados ao cotidiano das pessoas.

Assim, possuir ferramentas que possibilitem processar e classificar essas informações de forma ágil e com significado é o segredo para as empresas que pretendem se destacar no mercado. Por isso, ao pensar na solução de base de dados para sua organização, considere ferramentas que ofereçam recursos de gerenciamento de grandes volumes de informação (Big Data) e de análise e processamento adequados (Analytics).

Quais são os requisitos indispensáveis?

Ao escolher uma ferramenta para gerenciamento de informações, alguns aspectos devem ser levados em consideração. Como já foi dito, é necessário que os dados ofereçam valor. Para isso, precisam ser altamente confiáveis, atualizados, completos e sem inconsistências. Veja alguns requisitos que você deve levar em conta ao escolher a melhor solução para sua empresa:

Disponibilidade

Pouco (ou quase nada) adianta armazenar informações se elas não estiverem prontamente disponíveis todas as vezes que precisar delas. Assim, é essencial que sua ferramenta de gerenciamento permita o acesso a qualquer tempo e de qualquer lugar. Considere, nesse caso, a aplicação de soluções de cloud computing, que proporcionam essa disponibilidade sem descuidar dos recursos de segurança.

Além de prover o gestor com a possibilidade de emitir relatórios gerenciais e de desempenho sempre que desejar, essa característica permite à equipe operacional atuar junto aos clientes, buscando dados e oferecendo soluções em tempo real, independentemente da presença física no ambiente da empresa.

Confiabilidade

Para ser usada como diferencial competitivo, é óbvio que a informação deve estar sempre correta e atualizada. Por isso, é importante que a ferramenta de gestão inclua recursos que monitorem e evitem a gravação de informações inconsistentes.

Em última análise, mais que simplesmente não ajudar o desenvolvimento do negócio, uma informação incorreta pode causar prejuízos de grande monta. E isso vale não apenas para o fluxo operacional da organização, mas também para a reputação da empresa perante o mercado.

Segurança

Essa é talvez a característica mais importante quando se fala em gestão de bases de dados. Inicialmente, porque se concluímos que a informação é o ativo mais importante das empresas, é claro que garantir os requisitos de confidencialidade é essencial. Sob essa ótica, os dados devem estar sempre acessíveis para quem precisa deles e possui autorização para acessá-los.

Além disso, a segurança envolve recursos para a recuperação das bases de dados em caso de desastres ou problemas de qualquer natureza. Assim, as ferramentas devem oferecer opções ágeis para backup periódico e recuperação das informações sempre que necessário. Realizar testes de validação dos procedimentos de recuperação também é uma prática altamente recomendável.

Resumindo: o planejamento e a implantação adequados de ferramentas para armazenamento e recuperação inteligente das informações da empresa são medidas indispensáveis para quem busca se destacar e solidificar sua presença no mercado. Neste post, mostramos a importância de ter uma base de dados organizada e confiável, de forma a oferecer um diferencial competitivo para sua empresa frente à concorrência. Para saber mais, leia também sobre como adequar sua empresa em tempos de transformação digital!

 

Sobre o autor

SONDA

A SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, atua em 10 países com mais de 22 mil colaboradores e 5 mil clientes ativos. Em parceria com seus clientes, a SONDA acredita que com o uso de soluções tecnológicas é possível transformar seus negócios, permitindo conquistar eficiência e vantagem competitiva. Entendemos do seu negócio e sabemos fazer acontecer, contando com uma equipe altamente capacitada. Para mais informações, acesse www.sonda.com/br.