Tecnologia da Informação

Como a mobilidade afeta o serviço de tratamento de água e esgoto?

Escrito por SONDA

Quando o assunto envolve a prestação de serviços em campo, são inúmeras as questões que devem ser controladas, conectadas e geridas para que todos os processos apresentem qualidade e fluidez. E é nesse contexto que as concessionárias de fornecimento, abastecimento e tratamento de água e esgoto estão inseridas.

Administrar equipes em campo, acompanhar de perto as atividades, os reparos e as manutenções, bem como a entrega e a gestão de faturamento são apenas alguns itens que fazem parte do dia a dia desse tipo de organização. Nesse cenário, a mobilidade surge como uma ferramenta que tem o poder de revolucionar a forma como as concessionárias prestam serviços aos usuários.

Mas até que ponto a mobilidade corporativa realmente pode trazer benefícios às concessionárias de tratamento de água e esgoto? E quais são esses benefícios? Vale mesmo a pena investir nesse tipo de recurso como estratégia de gestão? Se você anda se fazendo essas perguntas, não deixe de acompanhar o post de hoje! Descubra agora mesmo como a mobilidade vem transformando os processos de tratamento de água e esgoto!

O que é mobilidade e o que ela representa?

Em termos tecnológicos, mobilidade representa a ampla possibilidade que temos hoje em dia de compartilhar, acessar, armazenar e publicar praticamente qualquer informação. Dados, imagens, vídeos, áudios: tudo isso está ao alcance de um clique nos milhões de smartphones, tablets, computadores e demais dispositivos eletrônicos com acesso à internet — o que atualmente inclui até mesmo eletrodomésticos, como geladeiras.

A mobilidade digital está intimamente relacionada com o conceito de internet 2.0, a segunda geração da internet, que tem como principal pilar o uso da web como plataforma. Estão envolvidos aí aplicativos, softwares, redes sociais e Tecnologia da Informação.

Como não poderia deixar de ser, a mobilidade vem transformando profundamente o mundo corporativo. E esse cenário é totalmente comprovado no setor de prestação de serviços! O aumento do número de ferramentas e softwares exclusivamente desenhados para organizar e conectar um volume massivo de informações, dados e demandas administrativas e de gestão permite que se tenha um controle minucioso de processos, menos esforço humano, maior produtividade entre equipes e, o melhor de tudo, redução de custos.

E no caso do tratamento de água e esgoto?

Está aí se perguntando como a mobilidade afeta os processos das concessionárias que prestam serviços de tratamento de água e esgoto? Então confira a seguir de que forma a tecnologia pode otimizar o trabalho no ramo!

Inspeção eficiente de equipamentos

As ferramentas móveis desenvolvidas para o setor de tratamento de água e esgoto permitem um controle muito mais preciso em relação à inspeção de equipamentos. Quem trabalha na área sabe que manter todo o sistema em perfeitas condições é um processo que depende diretamente do bom funcionamento dos milhares de equipamentos responsáveis pelo fluxo de distribuição, coleta e tratamento.

Por meio de softwares específicos, é possível monitorar a atividade de inspeção de equipamentos realizada pelas equipes em tempo real. Além do mais, as ferramentas permitem otimizar a interação entre o pessoal de back office e as equipes em campo, o que viabiliza uma melhor priorização de atividades. Assim, é possível enviar uma equipe para a inspeção de determinado equipamento, que apresenta maior vulnerabilidade no momento, em detrimento de outro, que ainda pode esperar.

Registros de falhas no fornecimento

As falhas no fornecimento de água figuram entre os principais problemas com que as concessionárias têm que lidar no dia a dia. E especialmente quando falamos em redes de abastecimento de grandes metrópoles, restabelecer o fornecimento com agilidade é um desafio e tanto. Pois aqui, mais uma vez, a mobilidade traz grandes benefícios.

Com a ajuda de ferramentas on-line, é possível registrar, em tempo real, toda e qualquer falha no fornecimento. O resultado? Um deslocamento muito mais rápido das equipes para o local onde a falha se deu, com o retorno do abastecimento à normalidade em tempo recorde.

Levantamento de dados para manutenção

Elaboração de um calendário de manutenções preventivas e preditivas: quando falamos em negócios que dependem de maquinário e equipamentos para funcionar ou fornecer corretamente seus serviços, essa estratégia de gestão é altamente eficaz. Imagine conseguir evitar que determinada máquina quebre simplesmente por observar que algumas peças precisam ser repostas. Com isso, o conserto é muito mais rápido e o serviço pode ser prontamente restabelecido.

E se você já está pensando que, também nesse caso, a mobilidade surge como um auxiliar perfeito, acertou em cheio! O uso de softwares e ferramentas digitais é muito mais poderoso no levantamento, na organização e na análise de dados do que quando tudo isso é realizado de maneira analógica, por meio de planilhas e tabelas. Depender do trabalho humano para analisar de maneira estratégica a necessidade de manutenções se revela um desafio praticamente impossível de superar.

Priorizando de maneira eficaz a manutenção daqueles equipamentos que apresentam maior vulnerabilidade no momento, além de gerar alertas automáticos quando a data das manutenções preditivas e preventivas se aproxima: por tudo isso e muito mais é que a implementação de tecnologias digitais de mobilidade consegue ajudar na tomada de decisões precisas.

Como você pôde perceber, muito mais que um diferencial para as concessionárias de tratamento de água e esgoto, a mobilidade tem se tornado protagonista na gestão de processos. Além disso, a tendência é de que esse cenário se consolide, tornando-se uma realidade em toda e qualquer empresa que se preocupa com sua reputação frente a consumidores e stakeholders em um futuro próximo.

Dessa forma, a organização que não aderir a esse movimento, integrando a mobilidade à sua cultura, poderá ver sua sustentabilidade competitiva ser seriamente prejudicada. Afinal, poder oferecer um serviço de qualidade aos consumidores por meio da integração digital de equipes back office e in loco é um item básico rumo ao sucesso da concessionária!

E se você gostou deste conteúdo, não deixe de seguir as páginas da Sonda nas redes sociais para ficar por dentro de tudo o que é publicado em nosso blog em primeira mão! Estamos no Facebook, no Twitter, no LinkedIn e no Google+.

 

Sobre o autor

SONDA

A SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, atua em 10 países com mais de 22 mil colaboradores e 5 mil clientes ativos. Em parceria com seus clientes, a SONDA acredita que com o uso de soluções tecnológicas é possível transformar seus negócios, permitindo conquistar eficiência e vantagem competitiva. Entendemos do seu negócio e sabemos fazer acontecer, contando com uma equipe altamente capacitada. Para mais informações, acesse www.sonda.com/br.