Tecnologia da Informação

Glossário de TI: 10 termos que você precisa compreender

Escrito por SONDA

O mundo corporativo tem usado diariamente uma série de termos específicos do setor de TI e das ciências da computação. Você já ouviu falar em data mining, cloud computing e API, por exemplo? Mas será que sabe o que exatamente significam? Não se preocupe, porque você não está sozinho! Na prática, esses conceitos podem confundir até mesmo profissionais com muita experiência.

Pois chegou a hora de sanar suas dúvidas. Confira o glossário de TI que preparamos e conheça os principais termos do setor! Preparado para tomar decisões cada vez melhores e impulsionar os resultados da sua empresa?

1. Virtualização

A virtualização é uma forma de executar diversos programas, serviços ou sistemas operacionais em um único dispositivo físico. Na prática, isso significa que um desktop pode ser acessado a partir de qualquer máquina e em qualquer lugar do mundo, desde que o usuário tenha autorização e acesso à internet.

Isso facilita os modelos de trabalho BYOD (Bring Your Own Device), mas mantendo um alto nível de segurança da informação. E ainda vale lembrar que a virtualização de servidores, máquinas e equipamentos de rede só é possível por meio do uso de um software, ok? Packet Tracer, VirtualBox e VMware são alguns exemplos.

2. Backup

Quando dizemos que vamos fazer um backup, estamos nos referindo à prática de copiar dados de um dispositivo para outro, no intuito de resgatá-los no caso de acontecer uma perda nos arquivos originais. Isso pode acontecer como consequência de apagamentos acidentais ou mesmo por corrupção de dados, por exemplo.

Antigamente, os meios mais conhecidos para backup eram HDs externos, DVDs e pen drives. Hoje em dia, porém, por oferecer segurança e muita praticidade, o armazenamento na nuvem é a forma mais popular.

3. Application Programming Interface (API)

API é um conjunto de padrões de programação que realiza a troca automática de informações entre 2 ou mais sistemas ou dispositivos. Em outras palavras: uma API roda por trás dos programas, conectando-se a outros sistemas e serviços sem que seja necessária uma intervenção humana. Por meio de uma API, é possível estabelecer comunicação entre sites, aplicações e widgets — como aplicativos de celular.

Geralmente, uma API é criada quando uma empresa desenvolvedora de softwares quer permitir a elaboração de produtos associados a seus serviços. Um exemplo disso é o Google Maps, que disponibiliza códigos e recursos para sua utilização em outros sites, de maneira personalizável.

4. Java

Java é uma linguagem de programação interpretada, orientada a objetos, que foi desenvolvida especificamente para depender o mínimo possível de implementações. As aplicações em Java geralmente são compiladas para um bytecode que pode rodar em qualquer Máquina Virtual Java (JVM), independentemente da arquitetura computacional.

5. Cloud computing

Nesse contexto de transformação digital, a cloud computing (computação em nuvem) vem atraindo cada vez mais investimentos no mercado de TI. A propósito, já explicamos em detalhes as vantagens dessa tecnologia para as empresas aqui e aqui. Basicamente, o termo se refere à possibilidade de acessar aplicações e arquivos a partir de qualquer dispositivo com acesso à internet, sem que necessariamente sejam instalados ou armazenados em computadores locais.

Vale ressaltar que essa tecnologia já é muito usada por serviços de streaming de vídeo e música, como Netflix e YouTube, além de serviços de armazenamento na nuvem, como Dropbox.

6. ISO 9001:2015

Criada pela International Organization for Standardization (ISO), a ISO 9001:2015 é um sistema de gestão de qualidade que define um conjunto de requisitos técnicos para normatizar produtos e serviços de organizações de todos os portes e ramos de atuação.

7. Data mining

Basicamente, data mining (mineração de dados) é o processo de análise e interpretação de grandes volumes de dados na procura por padrões e correlações que permitam conhecer melhor o consumidor e também agregar valor para a empresa. De modo geral, um software de data mining usa como base os repositórios de dados relacionados com negócios, mercado, pesquisas científicas e informações diariamente geradas na internet.

8. Information Technology Infrastructure Library (ITIL)

A ITIL é um conjunto de boas práticas desenvolvido pela Central Computer and Telecommunications Agency (CCTA) nos anos 1980. A proposta é promover a gestão com foco no cliente e na qualidade dos serviços de TI.

Essa biblioteca é constituída por disciplinas específicas que orientam o alinhamento estratégico da gestão operacional com os negócios. Sua versão mais atual é a ITIL V3, que conta com 5 livros principais:

  1. estratégia de serviço;
  2. desenho de serviço;
  3. transição de serviço;
  4. operação de serviço;
  5. melhoria continuada de serviço.

9. Business Intelligence (BI)

Business Intelligence é uma peça fundamental para qualquer empresa que quer impulsionar seus negócios por meio de um TI estratégico. Resumidamente, podemos dizer que BI se refere a um conjunto de soluções, métodos, processos e tecnologias que permitem analisar dados, visualizar métricas, gerar indicadores empresariais e fornecer suporte estratégico para a tomada de decisões.

Funciona assim: por meio de um processo de captação de dados, uma solução de Business Intelligence adquire informações dos diferentes sistemas da organização, gravando-as em um banco de dados modelado especificamente para o negócio — data warehouse. Ao concentrar todas as informações relevantes em um único lugar, o BI facilita a visualização dos processos empresariais, permitindo uma reação mais rápida às demandas do mercado.

Outros benefícios do BI para uma empresa são:

  • quantificação dos relacionamentos com fornecedores e clientes;
  • organização e interpretação dos dados gerados nos processos empresariais;
  • identificação de novas oportunidades de negócio;
  • otimização dos processos corporativos.

10. Customer Relationship Management (CRM)

O termo Customer Relationship Management (gestão de relacionamento com o cliente) engloba todas as práticas, estratégias e ferramentas usadas pelas empresas no gerenciamento, na gravação e na avaliação das interações com os clientes. Aliás, nós já explicamos um pouco sobre o assunto neste post.

Além de reunir informações de contato de clientes atuais e potenciais, uma solução CRM também integra os dados necessários para atualizar as equipes com informações pessoais, históricos e preferências de compra dos consumidores em questão.

Por meio de uma ferramenta CRM, é possível antecipar demandas e desejos dos clientes, analisar as interações entre empresa e consumidor, otimizar a rentabilidade, aumentar o número de vendas e aprimorar a precisão das campanhas de marketing, por exemplo. Não parece o cenário ideal?

E então, este glossário de TI foi útil para você? Conhece alguém que também se interessa pelo assunto? Então compartilhe nosso post em suas redes sociais e mantenha seus contatos informados!

Sobre o autor

SONDA

A SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, atua em 10 países com mais de 22 mil colaboradores e 5 mil clientes ativos. Em parceria com seus clientes, a SONDA acredita que com o uso de soluções tecnológicas é possível transformar seus negócios, permitindo conquistar eficiência e vantagem competitiva. Entendemos do seu negócio e sabemos fazer acontecer, contando com uma equipe altamente capacitada. Para mais informações, acesse www.sonda.com/br.