Tecnologia da Informação

A história da computação na nuvem: de onde ela veio e para onde vai?

Escrito por SONDA

As tecnologias mudaram a maneira como empresas, fornecedores, colaboradores e clientes se relacionam. Com o passar dos anos, novos equipamentos, metodologias e softwares foram criados para melhorar a experiência de todos em nossa sociedade, até que chegamos ao ponto em que estamos: qualquer pessoa ou empresa consegue usar uma solução tecnológica sem grandes problemas.

Pense bem: hoje em dia, é possível entrar em contato com um amigo ou cliente mesmo estando em outro país, graças a um aparelho que cabe na palma de uma única mão!

Por essas e outras, é simplesmente fundamental acompanhar as mudanças nesse mercado para ficar antenado com o que há de mais moderno e eficiente.

Entra nesse contexto o conceito de computação na nuvem (cloud computing), que vem revolucionando as atividades empresariais e conquistando cada vez mais espaço no mercado. Você acha que se trata de uma novidade, uma tecnologia recém-criada? Então vai se surpreender com o conteúdo deste post!

Vamos apresentar aqui a história da computação na nuvem e mostrar como seus processos evoluíram. Contaremos também sobre as expectativas para o futuro da cloud computing, além de revelar benefícios que podemos esperar do desenvolvimento cada vez maior dessa tecnologia. Acompanhe e aproveite!

O que é a computação na nuvem?

Quando falamos em cloud computing, estamos nos referindo ao compartilhamento de informações, dados, imagens e serviços pela internet a qualquer hora e de qualquer lugar. Em outras palavras: a computação na nuvem fornece serviços de armazenamento e processamento de dados pela internet.

Quando uma empresa lança mão desse recurso, não precisa contar com servidores e discos físicos para armazenar e gerenciar seu banco de dados. Nessas horas, basta apenas usar um dispositivo eletrônico que tenha acesso à internet. Aliás, se você usufrui de algum produto ou serviço online, como Netflix e Dropbox, já está mais que familiarizado com esse tipo de tecnologia sem nem perceber!

No fim das contas, o que você tem que guardar é que a computação na nuvem se tornou essencial para o desenvolvimento das relações empresariais e da comunicação ao redor do mundo, já que ela integra todos os sistemas com muita eficiência e segurança.

Como a história da computação na nuvem começou?

A ideia de compartilhar e acessar arquivos remotamente com certeza é mais antiga do que você pensa. O conceito de computação na nuvem teve sua origem na década de 1960, com Joseph Carl Robnett Licklider, que participou do desenvolvimento do antecessor direto da internet, o ARPANET. O objetivo era criar um sistema de computação prático e funcional em escala global.

Nesse mesmo período, John McCarthy, outro renomado pesquisador norte-americano muito conhecido por seus estudos no campo da inteligência artificial, definiu que a computação devia ser usada por toda a sociedade, como em um serviço de utilidade pública.

Entretanto, foi somente a partir de 1997 que o conceito de cloud computing começou a ser trabalhado de maneira mais consistente. Usando o termo computação em nuvem em uma de suas palestras acadêmicas, Ramnath Chellappa, professor de Sistemas da Informação, reabriu as portas para o desenvolvimento dessa tecnologia. Com o passar do tempo, empresas como Amazon, Google e Microsoft começaram a usá-la, trocando seus hardwares pela nuvem.

Como a cloud computing impacta os negócios?

Uma das principais necessidades dos mais altos executivos ao redor do mundo está em ter constante acesso às informações estratégicas da companhia para facilitar e qualificar o processo de tomada de decisão. Pois a cloud computing é uma grande aliada das empresas nessa tarefa.

Chegou o momento de você conhecer essas e outras vantagens da computação na nuvem para entender como ela pode proporcionar benefícios significativos para sua empresa. Vamos lá?

Segurança

Por mais preparado e capacitado que um empreendimento seja, imprevistos sempre podem acontecer. Com isso em mente, medidas de segurança devem ser tomadas para evitar maiores problemas.

Imagine perder todo o seu banco de dados devido a uma falha operacional. Essa situação pode causar danos incalculáveis para qualquer tipo de gestão, não é mesmo? A boa notícia é que essa preocupação simplesmente deixa de existir com a tecnologia na nuvem, que permite o espelhamento dos dados na rede de provedores contratada. Como consequência, é possível acessar suas cópias caso seja necessário.

Produtividade

O setor de Tecnologia da Informação (TI) desempenha funções importantíssimas dentro de qualquer empresa. Por essas e outras, suas atividades devem ser executadas não só com eficiência, mas dentro do prazo planejado. Aí entra a computação na nuvem, que agiliza os processos e elimina empecilhos à performance da equipe. Com os data centers usados para o armazenamento de informações sendo constantemente monitorados e atualizados, a produtividade do negócio vai às alturas.

Além disso, a cloud computing permite que os termos de armazenamento e a capacidade de banda sejam moldados de acordo com as necessidades sazonais do empreendimento. Com isso, o planejamento se torna mais flexível e fácil de ser executado.

Sustentabilidade

Como você sabe, os recursos do nosso planeta são finitos. Por isso, devem ser consumidos com muita consciência. Está aí pensando sobre a computação na nuvem e o que ela tem a ver com isso? É simples: tudo!

Ao usar esse tipo de serviço, você diminui os espaços gastos com servidores e sistemas de refrigeração, diminuindo o consumo de energia elétrica e a emissão de dióxido de carbono. De brinde, tais ações mostram que a empresa está engajada com políticas ecologicamente corretas, fazendo com que o mercado e os consumidores tenham uma impressão positiva do negócio.

Qual é o futuro da computação na nuvem?

O crescimento exponencial dos dados está impulsionando a evolução da cloud computing. Como as organizações precisam de sistemas cada vez mais eficientes e velozes, ela vem sendo usada como principal ferramenta para o armazenamento, a transmissão e a análise de dados.

O Google acredita que a próxima geração de serviços terá ainda mais segurança e confiabilidade. Crê ainda que o serviço será tão bem disseminado na sociedade que os usuários não terão mais problemas ou desconfianças ao usá-lo. Na prática, os investimentos nesse tipo de tecnologia não param de crescer, o que mostra que o mercado já o considera uma necessidade e não um diferencial.

Para fazer a empresa crescer e aprofundar seu conhecimento de gestão de dados, o que você deve fazer é acompanhar a evolução dos processos e saber como usá-los em sua rotina de trabalho. Pronto para essa missão?

E então, já conhecia um pouco da história da computação na nuvem? Como você enxerga as mudanças que estão por vir no cenário empresarial com a adoção desse tipo de serviço? Compartilhe este texto em suas redes sociais e descubra o que seus amigos acham do assunto!

 

Sobre o autor

SONDA

A SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, atua em 10 países com mais de 22 mil colaboradores e 5 mil clientes ativos. Em parceria com seus clientes, a SONDA acredita que com o uso de soluções tecnológicas é possível transformar seus negócios, permitindo conquistar eficiência e vantagem competitiva. Entendemos do seu negócio e sabemos fazer acontecer, contando com uma equipe altamente capacitada. Para mais informações, acesse www.sonda.com/br.