Gestão de Negócios Tecnologia da Informação

Por que a integração do ERP é tão importante?

Escrito por SONDA

A adoção de recursos oriundos da Tecnologia da Informação vem impactando negócios de forma decisiva em várias frentes: seja na captação de clientes, seja no controle de qualidade, seja no auxílio à gestão corporativa. Uma das soluções mais procuradas nesse contexto são os softwares ERP.

Sigla em inglês para Sistema de Gestão Empresarial, esse tipo de software promove uma integração completa entre diversos setores da empresa e ainda pode ser conjugado com outras ferramentas para gerar e monitorar resultados. Continue lendo para entender como a integração do ERP faz a diferença no seu negócio.

Entenda o sistema ERP

Os softwares de gestão empresarial já nascem com a missão de integrar setores: o seu conceito básico é a unificação de várias ferramentas — como softwares que controlam a emissão de contracheques, controladores de emissões ficais ou monitores de métricas, em uma única solução central.

O objetivo é fazer com que toda a empresa fale a mesma língua, melhorando a comunicação interna e agilizando a tomada de decisões empresariais, além de automatizar tarefas repetitivas ou burocráticas.

O ERP é uma ferramenta baseada em módulos, que podem ser montados de acordo com as necessidades, tamanho e recurso de uma empresa. Isso significa que cada software se adapta à realidade de uma organização, atendendo as suas demandas específicas e possibilidades orçamentárias.

Analise dados com qualidade

Antes de tomar qualquer decisão estratégica, gestores precisam estar alimentados com informações de qualidade para diagnosticarem a realidade da sua organização. Esses dados podem ser provenientes de várias fontes, como relatório de movimentações em um estoque, contratos de venda ou notas fiscais emitidas.

Lidar com uma grande quantidade de dados de origem e formatos diferentes, portanto, é um desafio que precisa ser superado. Com o ERP, essas mesmas informações são colhidas de maneira automatizada e reunidas em um único servidor — físico e local, virtualizado ou baseado na nuvem.

Os softwares de gestão empresarial, no entanto, fazem mais do que coletar dados. Eles os analisam e os transformam em informação relevante e de fácil entendimento para os gestores, traduzindo os dados em relatório ou gráficos gerenciais.

Tome decisões estratégicas acertadas

No último tópico, mostramos como os dados de todos os setores da empresa são coletados pelo ERP e, posteriormente, traduzidos em informações relevantes. Pois é essa, justamente, a principal matéria-prima para a tomada de decisões estratégicas.

Com um ERP, é possível comparar o número de faltas de um determinado funcionário com a produtividade do seu setor. Ou, ainda, avaliar se o contato com fornecedores vem sendo feito com a frequência adequada de acordo com o aumento ou tendência de aumento de vendas, por exemplo.

O fato é que a utilização de um software de gestão empresarial aumenta a capacidade dos gestores de fazerem escolhas corretas tendo em vista não apenas um setor pontual, mas o funcionamento integrado da organização. Assim, a possibilidade de resultados positivos aumenta, bem como a amplitude desses mesmos resultados.

Foque no core business

Liberar os funcionários de tarefas morosas e repetitivas e fazer com que eles dediquem o seu tempo ao que realmente interessa nos resultados da empresa é o sonho de qualquer gestor. Todavia, o trabalho burocrático precisa ser feito por alguém para que a empresa não enfrente qualquer tipo de problema. Pensando nisso, os ERPs são equipados para realizarem várias tarefas de forma autônoma.

Essas tarefas vão desde a simples emissão e organização de Notas Fiscais Eletrônicas, passando pela monitoria de métricas pré-configuradas, até a realização completa da venda de um e-commerce — confirmação do pagamento, solicitação do produto no estoque e acionamento da transportadora.

O resultado evidente é um aumento da produtividade dos colaboradores, que podem focar no core business, no aprimoramento dos processos e práticas internas e na procura por soluções inovadoras e diferenciadas.

Melhore sua gestão de clientes

Não há dúvidas de que grande parte dos esforços da empresa devem ser direcionados para a conquista e fidelização de clientes. Afinal, são eles que trazem receita e dão publicidade à reputação da empresa.

A integração do ERP com outros sistemas, em especial o CRM, pode ajudar a empresa a ser bem-sucedida nesse desafio. CRM é a sigla para Customer Relationship Management (Gestão de Relacionamento com Clientes, em tradução direta) e, basicamente, são softwares que recolhem informações relevantes sobre compradores e leads, como nome e endereço, hábitos de compra e interações com marcas nas redes sociais.

Ao ser utilizado lado a lado com o ERP, os sistemas CRM passam a ter acesso a um banco de dados extenso e seguro, conseguindo identificar históricos de compras de clientes junto à sua empresa, ticket médio e formas preferenciais de pagamento.

Essas informações são essenciais para que a empresa consiga direcionar seus esforços de marketing e vendas de maneira segura, levando em conta a personalização da abordagem necessária para conquistar o comprador e fidelizá-lo de maneira muito mais rápida e certeira.

Monitore resultados com maior agilidade

A integração do ERP abre uma oportunidade de ouro para gestores: a capacidade de avaliar processos e medir resultados em tempo real. Como já falamos neste artigo, os ERPs coletam dados relevantes da empresa de maneira automática e ininterrupta. Fechou uma venda? O contrato estará no sistema prontamente. Recebeu uma entrega de matéria-prima do fornecedor? O protocolo estará disponível no ERP.

Além de ser um verdadeiro “Big Brother” das ações da empresa, o ERP ainda permite avaliar variações de resultados logo após uma decisão ter sido tomada. Vamos supor que uma indústria instalou um novo equipamento na sua linha de montagem. Quando será possível avaliar se o impacto foi tão positivo quanto esperado? Com o ERP, essa mesma organização teria acesso em tempo real sobre o tempo de fabricação de determinado produto, uso e desperdício de matéria-prima e consumo de energia.

Esse mesmo procedimento pode ser replicado em vários setores da empresa, sempre de maneira integrada, podendo ajudar a avaliar ações com base em métricas e dados e, se for preciso, fazer ajustes necessários na trajetória para chegar ao objetivo esperado.

Quer saber mais como uma solução ERP pode fazer diferença no seu negócio ou entender melhor como ele funciona? Entre em contato com nossos consultores e descubra as soluções integradas oferecidas pela maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia!

 

Sobre o autor

SONDA

A SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, atua em 10 países com mais de 22 mil colaboradores e 5 mil clientes ativos. Em parceria com seus clientes, a SONDA acredita que com o uso de soluções tecnológicas é possível transformar seus negócios, permitindo conquistar eficiência e vantagem competitiva. Entendemos do seu negócio e sabemos fazer acontecer, contando com uma equipe altamente capacitada. Para mais informações, acesse www.sonda.com/br.

Deixar comentário.

Share This
Navegação