Tecnologia da Informação

Inteligência de dados: saiba como a tecnologia pode ajudar

Escrito por SONDA

Não tem nem comparação: hoje em dia, tanto a quantidade como a qualidade dos dados com os quais podemos contar para gerenciar estrategicamente os negócios são impressionantes. O problema é que boa parte dessas informações continua sendo mal explorada. E isso se deve à falta de capacidade de análise. Por mais que a inteligência de mercado cresça a olhos vistos, com os investimentos em ferramentas de Business Analytics ultrapassando cifras gigantescas, ainda há um extenso caminho a ser percorrido para atingirmos a eficiência.

Nesse processo de evolução tecnológica, precisamos compreender que a inteligência de dados vai muito além das análises preditivas. Na verdade, estamos diante da possibilidade de resolver grandes questões, chegar à raiz de problemas aparentemente insolucionáveis e tomar decisões muito mais conscientes. Quer entender melhor tudo isso? Acompanhe nosso post de hoje!

Inteligência de mercado

É seguro dizer que estamos deslumbrados com a capacidade do Big Data e do Business Intelligence em fornecer informações precisas sobre os negócios. Tendências mercadológicas, padrões de comportamento, marketing orientado a dados: estamos testemunhando uma impressionante evolução na compreensão de como o mercado vem se transformando. Mas o caminho tomado tem um destino ainda mais importante: a 3ª plataforma de TI, baseada em cloud computing, data analytics, social analytics e mobility. E esse conjunto de soluções promete muito mais do que temos neste momento.

Com a ascensão da inteligência de mercado, temos a capacidade para criar, mudar e moldar o ambiente de negócios, tornando-o cada vez mais competitivo e afinado com as necessidades do mercado. Que tal entender como exatamente essa tecnologia está revolucionando a maneira de fazer negócios? Continue acompanhando para saber!

Segurança da informação

Na mesma medida em que a quantidade de dados gerados cresce, a segurança da informação vai se tornando mais e mais crucial para a manutenção da competitividade das empresas. É preciso contar com bons sistemas de detecção de intrusão e firewalls para fazerem auditorias profundas em todo o tráfego de dados do negócio, eliminando qualquer risco ou falha de protocolo de segurança.

Nesse cenário, não serão apenas as transações financeiras on-line que ficarão muito mais seguras. A propriedade intelectual, um dos bens mais preciosos de qualquer organização, tampouco sofrerá ataques. Com tecnologias como SFTP (Secure File Transfer Protocol) e AES (Advanced Encryption Standard), sua estratégia pode ficar disponível para qualquer pessoa, em qualquer lugar, sem ameaça alguma.

Soluções de hybrid cloud permitem combinar informações armazenadas na nuvem com outras registradas em servidores dedicados, mantendo os dados da empresa sob o mais absoluto sigilo, ainda sem impactar na operação e na acessibilidade da equipe. Até mesmo um time remoto e colaboradores em campo podem ter acesso a dados privados por meio de smartphones e tablets, tudo sem colocar a empresa em zona de perigo.

Alocação de recursos

O uso de sistemas de inteligência de dados também traz maior eficiência financeira para a empresa. Nesse cenário, a priorização de projetos e investimentos pode ser feita com base em análises minuciosas sobre o potencial de geração de receita de cada empreitada, determinando com precisão onde os recursos devem ser aplicados para que a organização cresça de maneira sustentável e lucrativa.

Os modelos de análise superam os tradicionais indicadores de ROI, TIR e lucratividade por trazerem mais que dados numéricos. Na prática, eles geram insights de negócios, detectando oportunidades que podem maximizar os resultados. Boa parte das indústrias já vem fazendo uso deste tipo de solução seja para identificar materiais mais duráveis para a fabricação de produtos ou substituir insumos de alto impacto ambiental por recicláveis, por exemplo. Pelo pioneirismo, os frutos colhidos vão além das finanças, refletindo na imagem e na reputação da empresa.

Oportunidades de venda

Estamos constantemente buscando maneiras de tornar os processos de vendas mais efetivos e, assim, evitar a perda de leads ao longo da jornada do consumidor, certo? Até então, esse trabalho era feito por meio de análises preditivas e identificação de padrões e comportamentos de consumo. Com a inteligência de dados, porém, é possível explorar ainda mais as informações que a empresa tem para chegar ao cerne da questão: que produto ou serviço é ideal para cada cliente? A personalização já não é uma tendência, mas sim uma realidade que, aliás, tende a se aprimorar cada dia mais. A intenção é fazer com que os consumidores se sintam atendidos até em suas necessidades secretas.

A tecnologia atual consegue determinar, com muita segurança, quais são suas fontes de receita recorrente, quem são os clientes com maior potencial de compra, quais são os consumidores que não voltarão a comprar de você e como é possível contornar qualquer situação negativa para aumentar sua taxa de conversão. A análise do ciclo de vida dos seus produtos tampouco é um problema. Diante disso, você saberá exatamente o momento de inovar, substituir ou descontinuar uma categoria, abrindo espaço para novas soluções.

Marketing one to one

Como você pode imaginar, o marketing é uma das áreas que mais se beneficia da inteligência de mercado. Com análises profundas do setor, da concorrência, das políticas governamentais e dos consumidores, passa a ser possível identificar até aquelas mínimas mudanças que podem colocar sua empresa na dianteira do seu nicho de atuação.

Ofertas exclusivas para cada perfil de cliente, produtos e serviços on-demand, comunicação ágil e precisa: esses são apenas alguns dos benefícios que você pode ter ao implementar uma solução de inteligência de dados na empresa. Pense em como o trabalho de um call center pode ser otimizado se o atendente tiver na tela do seu computador todas as informações possíveis e imagináveis sobre o cliente. Imagine o quanto suas taxas de conversão podem subir se puder identificar o momento ideal para enviar ofertas aos consumidores.

Interface dos dashboards

Na inteligência de mercado, um dos obstáculos ao melhor aproveitamento das informações geradas está na forma com que elas são apresentadas. Enormes planilhas com números, estatísticas e várias casas decimais dificultam a contextualização dos dados e, consequentemente, a tomada de decisão. Mas já existem interfaces centradas nas pessoas, que acompanham o raciocínio humano para oferecer dados visuais altamente conclusivos. Nada de comparar números e tentar extrair dali algum insight. Passe a receber relatórios prontos, indicando a decisão mais acertada, tudo em um curto espaço de tempo.

Os chamados dashboards passam a ser seus melhores aliados, dando conselhos precisos, indicando os caminhos que a empresa deve tomar, comparando rapidamente performances, padrões, tendências e opiniões. Tudo isso é feito a partir da combinação de dados estruturados e não estruturados para que não haja a mínima possibilidade de falha de interpretação.

Mas e você, acredita que as empresas estão preparadas para a inteligência de mercado? Você se considera pronto? Compartilhe este post em suas redes sociais e acompanhe a repercussão!

Sobre o autor

SONDA

A SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, atua em 10 países com mais de 22 mil colaboradores e 5 mil clientes ativos. Em parceria com seus clientes, a SONDA acredita que com o uso de soluções tecnológicas é possível transformar seus negócios, permitindo conquistar eficiência e vantagem competitiva. Entendemos do seu negócio e sabemos fazer acontecer, contando com uma equipe altamente capacitada. Para mais informações, acesse www.sonda.com/br.