Indicadores

Por que o mercado de data center no Brasil cresce a cada dia?

Escrito por SONDA

Com a oferta de data centers virtuais e outras ferramentas, a forma como os negócios lidam com a necessidade de investir em uma infraestrutura sólida, pronta para lidar com os desafios modernos, está mudando. Mas você ainda não entendeu por que o mercado de data center no Brasil é tão importante para sua empresa? Pois descubra conferindo nosso post de hoje!

Popularização da gestão baseada em dados

Estratégias baseadas na análise e gestão de dados de mercado se tornaram fundamentais para vários negócios. Por meio delas, afinal, as companhias conseguem antecipar tendências, avaliar o impacto de seus produtos e identificar a melhor forma de atender às demandas dos clientes, posicionando-se de forma estratégica, com serviços de alta qualidade.

Vale ressaltar que, com o uso de smartphones e a popularização da internet mobile e das redes sociais, a quantidade de registros disponíveis cresceu rapidamente. Nesse contexto, para que todos os novos dados fossem processados, as empresas passaram a investir em ferramentas de Big Data, que são capazes de separar e analisar informações, ajudando os analistas a obter insights inovadores sobre as mais diversas situações.

No entanto, como as soluções de Big Data dependem de uma estrutura de alta performance, o mercado de data center no Brasil precisou se adaptar. Já se tem, hoje, oferta de infraestruturas sob demanda, que reduzem o tempo necessário para a integração do Big Data no dia a dia, enquanto ainda diminuem os custos operacionais. Assim, a companhia tem acesso a uma plataforma personalizada, pagando apenas pelos recursos que efetivamente usa.

Procura por maior segurança digital

As soluções atualmente fornecidas pelo mercado de data center no Brasil também permitem que as empresas contem com infraestruturas de TI mais confiáveis e seguras. Hoje, graças aos data centers virtuais, as chances de um negócio ser afetado por falhas de segurança caem drasticamente.

Há nessa solução diversas medidas de proteção, controle e monitoramento que são inclusive revisadas continuamente. São processos de backup de arquivos, controle de acesso e identificação ágil de ameaças que, juntos, contribuem para a manutenção da integridade do ambiente de trabalho de cada consumidor. Ao lado disso, há ainda um conjunto medidas de contenção de danos que auxilia os profissionais a removerem problemas rapidamente.

Demanda por disponibilidade de recursos

O data center virtual conta com uma série de ferramentas voltadas para que os negócios tenham sempre acesso a recursos de alta disponibilidade. Assim, com serviços e informações dos usuários sendo replicados continuamente, fica fácil retomar as atividades se acontecer algum problema. Em muitos casos, aliás, isso acontece sem que o usuário sequer perceba.

Por meio de complexas ferramentas de gestão, as empresas que trabalham no mercado de data center no Brasil conseguem evitar a interrupção de seus serviços com muito mais facilidades hoje em dia. Nesse contexto, sempre que algo ocorre, uma nova instância é automaticamente acionada, maximizando a capacidade de uso do que foi efetivamente contratado.

Busca por uma infraestrutura confiável

A confiabilidade da infraestrutura de TI se tornou ponto-chave para as empresas fecharem negócios. Pense bem: como é possível dar conta de compromissos com parceiros comerciais sem a certeza de que suas ferramentas de trabalho estão prontas para lidar com as demandas externas? Na prática, uma infraestrutura de TI que sempre funcione da forma desejada contribui diretamente para o sucesso da empresa.

Nesse sentido, investir em um data center virtual pode ser a estratégia ideal para dar ao negócio uma infraestrutura mais confiável e robusta. Quando a companhia faz essa escolha, assegura os mecanismos necessários para todos executarem seus processos diários. E como as companhias que atuam no mercado de data center no Brasil possuem recursos para replicar suas instâncias de usuário ativas, a garantia da entrega de uma qualidade mínima para os usuários finais em relação a seus serviços é bem maior.

Necessidade de redução de custos

Capacidade de uma empresa reduzir custos: esse é um fator estratégico no mercado atual. Afinal, especialmente em um momento de crise, evitar desperdícios contribui para o negócio se manter funcional e, ao mesmo tempo, com um ciclo de investimentos ativo. Assim, mesmo que o mercado não esteja favorável, o empreendimento continuará crescendo e trabalhando com qualidade para atender às demandas de clientes e parceiros comerciais.

Aí também entra o investimento em um data center virtual, que permite que a companhia elimine todos os gastos relacionados à manutenção de um dispositivo em desuso. Isso porque, ao contrário de data centers tradicionais, que constantemente demandam manutenção de peças, nesse caso, o empreendimento paga apenas pelos recursos usados, contribuindo para um melhor uso das finanças corporativas.

Simplificação dos processos de gestão de TI

Os processos de gestão de TI devem ser planejados para lidar com o máximo de demandas possível lançando mão do mínimo de recursos operacionais e humanos. Isso é válido especialmente para negócios de pequeno porte, com recursos mais escassos e, portanto, maior necessidade de otimização do seu uso.

Levando esse contexto em consideração, a adoção de um serviço de data center virtual contribui para que o negócio tenha uma rotina de gestão mais simples e ágil. Assim, tarefas como backup de dados, manutenção de aparelhos e troca de peças passam a ser executadas pelo prestador de serviços. Como consequência, os gestores conseguem focar naquelas atividades diretamente ligadas a seu core business.

Nível de escalabilidade e competitividade

Na prática, a demanda por recursos pode crescer de uma hora para outra, certo? Pois com o investimento em um data center virtual, a companhia pode ampliar sua capacidade produtiva também com rapidez, evitando atrasos e problemas na prestação de serviços. Dessa forma, o negócio consegue diminuir eventuais prejuízos.

O mesmo vale para momentos de retração. Nessas horas, é importante que a empresa consiga reduzir sua infraestrutura com agilidade, evitando que gastos desnecessários consumam suas receitas. Esse fator é chamado de escalabilidade.

A possibilidade de modificar os recursos contratados pelo setor de TI a qualquer momento facilita a adaptação do negócio a novos cenários, mantendo a empresa mais competitiva, pronta para sempre ter a quantidade de recursos necessária para atender adequadamente a demandas externas.

Ao longo dos próximos anos, o mercado de data center no Brasil ganhará ainda mais força, com uma gama de serviços mais inteligentes e integrados. As empresas que se prepararem corretamente para lidar com essa ferramenta conseguirão atender a demandas externas sem grandes dificuldades e com maior inovação. Em outras palavras: quem investir nessa ferramenta terá mais competitividade e eficiência. Melhor não ficar de fora!

Quer saber mais sobre como o mercado de data center no Brasil pode afetar sua empresa nos próximos anos? Então entre já em contato com um de nossos especialistas!

 

Sobre o autor

SONDA

A SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, atua em 10 países com mais de 22 mil colaboradores e 5 mil clientes ativos. Em parceria com seus clientes, a SONDA acredita que com o uso de soluções tecnológicas é possível transformar seus negócios, permitindo conquistar eficiência e vantagem competitiva. Entendemos do seu negócio e sabemos fazer acontecer, contando com uma equipe altamente capacitada. Para mais informações, acesse www.sonda.com/br.

Deixar comentário.

Share This
Navegação