Gestão de Negócios

O que é a telemedicina e como ela facilita a gestão hospitalar?

Escrito por SONDA

Na era tecnológica em que vivemos, é comum que ouçamos muitos novos termos. Quer um exemplo? Você sabe o que é a telemedicina? Saiba que trata-se de uma importante ferramenta que tem ajudado diversas clínicas a otimizarem seus processos de emissão de laudos.

Para aplicá-la de maneira eficaz, uma clínica ou hospital deve contar com os equipamentos para a realização dos exames, um computador e uma boa conexão com a internet. Trata-se de um sistema que relativiza a distância, visto que, por meio dele, os exames realizados são transmitidos a uma outra empresa especializada em telemedicina.

Contratar uma dessas empresas tem se tornado um processo cada vez mais simples. Elas normalmente contam com profissionais especializados que analisam e laudam os exames. Esses laudos são transmitidos à clínica ou hospital, fazendo com que os resultados de exames fiquem prontos com agilidade e precisão.

Se você está se perguntando quais vantagens a implantação desse sistema poderá trazer à sua clínica ou administração hospitalar, listamos abaixo as 5 principais:

1. Desburocratização dos processos

O processo de emissão de laudos por profissionais locais se torna burocrático, pois está sujeito à análise e assinatura do responsável, e precisa ser enviado de forma segura ao paciente (ou empresa solicitante).

Por realizar praticamente todos seus processos por meio da internet, a telemedicina torna esse caminho mais curto e simples. Imagine que um paciente precise apresentar o exame na empresa em que trabalha, por exemplo, para fins de licença ou perícia. Com a telemedicina, os laudos podem ser recebidos via internet, o que promove uma comunicação direta da clínica com o local de trabalho do paciente.

2. Redução de custos

Nem sempre é possível contar com profissionais especializados para a emissão de laudos. Já imaginou precisar contratar uma pessoa apenas para realizar essa atividade? Inviável, não? Isso implicaria arcar com todos os custos de contratação inerentes à manutenção de um funcionário. Contratar uma empresa de telemedicina para cuidar dos laudos elimina a necessidade de ter um contratado para fazer esse serviço.

Se levarmos em conta que um profissional especializado demanda um salário que atenda ao nível da sua qualificação (e ainda férias, décimo terceiro, além de estar sujeito a processos e ações trabalhistas), terceirizar o serviço realmente parece uma alternativa mais atrativa e barata. Entretanto, na hora de escolher a empresa, não tome por base apenas o preço. É importante informar-se sobre os profissionais envolvidos e a qualidade dos serviços prestados.

3. Atendimento mais rápido

Ainda que você optasse por arcar com os custos de contratar um profissional especializado para emissão dos seus laudos, essa pessoa teria um expediente, concorda? Ele cumpriria X horas de trabalho semanais e teria direito a folgas, férias e faltas mediante atestado.

Isso faria com que, ao precisar de um laudo em horário não convencional ou final de semana, você ficasse praticamente “na mão”. Ou então teria a alternativa de contratar um folguista, o que traria mais custos. Dessa forma, manter um profissional para emissão de laudos faz com que o empregador fique sujeito à restrição de horários inerente à jornada de qualquer trabalhador.

Uma empresa de telemedicina conta com uma equipe de profissionais sempre pronta a atendê-lo. Algumas oferecem atendimento 24 horas, o que significa que, na hora em que você precisar, o exame começará a ser analisado e o laudo será emitido o mais rápido possível.

Por se tratar de uma grande equipe de médicos (a maioria freelancers), a empresa consegue manter esses profissionais e garantir que sempre haverá algum disponível para atendimento. Isso faz também com que consigam se comprometer com os prazos para entrega dos laudos.

Sendo assim, o que difere um profissional contratado de um serviço terceirizado também é a agilidade no atendimento, visto que você tem acesso a um maior número de prestadores de serviços.

4. Maior precisão no diagnóstico

Lembra-se do que falamos no tópico “custos”? Quanto mais qualificado o profissional, maior o seu salário. Isso faz com que algumas clínicas e hospitais acabem optando por mão de obra mais barata, reduzindo também a qualidade dos serviços. Por outro lado, empresas de telemedicina normalmente trabalham somente com profissionais altamente qualificados. Isso porque elas prezam pela qualidade e precisão dos laudos.

Por se tratar de um time de freelancers, normalmente recebem pelos serviços prestados e isso faz com que se tornem alternativas viáveis tanto para a empresa de telemedicina quanto para as clínicas ou hospitais que recebem seus serviços. Sendo assim, além de chegarem mais rápido, agilizando o diagnóstico e o início do tratamento, ainda contam com toda a qualidade do serviço de um profissional altamente especializado na área.

5. Sigilo e segurança de informação

Um laudo em papel precisa ser levado de um lugar a outro para ser acessado. Caso médicos de diversas especialidades precisem vê-lo, ele precisa “passar de mão em mão”, fazendo com que o processo se torne demorado e os papéis ainda correm o risco de perdas e danos.

Já os laudos emitidos por meio da telemedicina podem ser acessados inteiramente online. Caso vários profissionais precisem analisá-lo, basta que a autorização de acesso seja enviada a cada um deles. Eles podem fazer isso até mesmo simultaneamente.

Adicionalmente, o sistema de acesso online garante maior segurança e sigilo de informações, visto que o exame deixa de ser um mero envelope circulando pelo departamento e passe ser acessado somente por quem é autorizado para isso.

Dessa forma, evita-se que dados de pacientes e exames caiam em mãos erradas, gerando transtornos. Não estamos dizendo que papéis em clínicas e hospitais não sejam seguros, mas eles estão mais sujeitos a vazamento de informações do que dados protegidos em sistemas tecnológicos.

E os arquivos de exames ainda podem ser armazenados em nuvem, o que impede que sejam perdidos, ainda que a rede de computadores do estabelecimento apresente problemas e precise ser formatada.

Entendeu o que é a telemedicina e quais as vantagens que ela pode trazer a uma clínica ou hospital? Viu só como a tecnologia trouxe avanços que permitem facilitar até mesmo o diagnóstico e tratamento de doenças e lesões?

Não deixe de conferir também estas 9 tendências na área de tecnologia na gestão hospitalar.

Sobre o autor

SONDA

A SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, atua em 10 países com mais de 22 mil colaboradores e 5 mil clientes ativos. Em parceria com seus clientes, a SONDA acredita que com o uso de soluções tecnológicas é possível transformar seus negócios, permitindo conquistar eficiência e vantagem competitiva. Entendemos do seu negócio e sabemos fazer acontecer, contando com uma equipe altamente capacitada. Para mais informações, acesse www.sonda.com/br.