Tecnologia da Informação

Veja 7 formas de aplicação da realidade virtual nas empresas

Escrito por SONDA

Uma verdade constante no mundo dos negócios é que as empresas do futuro já estão nascendo hoje. Nesse cenário, se você deixa as oportunidades de agora passarem, corre muito risco de ficar para trás. E um bom exemplo disso é a realidade virtual nas empresas!

A tecnologia, que vem se popularizando bastante nos últimos anos, amadureceu. Hoje, portanto, ela já está pronta para ser inserida nos ambientes corporativos. Quer saber mais sobre a RV e como ela vem transformando o mercado? Basta acompanhar os próximos tópicos!

Antes de mais nada, no que consiste a realidade virtual?

O primeiro passo para entender como a realidade virtual pode se tornar importante para as empresas no futuro é desmistificar seu uso. Por causa do impacto causado em usuários de primeira viagem, a ideia atrelada a essa tecnologia normalmente é a de que ela é complexa demais para o desenvolvimento e a aplicação prática.

Estamos falando basicamente de óculos especiais conectados a computador que exibe imagens em 360 graus, dependendo do posicionamento da cabeça do usuário. Telas ou lentes especiais enganam o cérebro, dando a impressão de uma imagem com profundidade. Quanto maior é a definição, mais difícil fica diferenciar o que está sendo visto da realidade.

A proposta é que uma pessoa consiga imergir em um ambiente virtual controlado, interagindo com um cenário, outra pessoa ou algum objeto como se estivesse ali, presente fisicamente na sua frente. Com isso, novas possibilidades de exploração e manipulação são abertas, proporcionando experiências sem igual.

Como essa tecnologia tem se tornado viável?

Pelo poder que a realidade virtual possui, criou-se uma espécie de mística a seu redor no que se refere a custos e complexidade de desenvolvimento que, pelo menos a princípio, afasta muitos empresários. Mas a verdade é que atualmente não existem mais grandes limitações de dinheiro ou recursos para desenvolver aplicações em realidade virtual.

Principalmente empurrada pela indústria dos videogames, a tecnologia hoje é barata o suficiente para ser usada no meio comercial. Basta providenciar os óculos e um computador razoável para começar! Estamos falando aqui de um investimento na casa dos 1.000 aos 1.500 dólares.

E existem até soluções mais baratas. Com óculos menos sofisticados feitos para a acoplagem de smartphones modernos, é possível conseguir uma experiência satisfatória de realidade virtual por menos de 100 reais, o suficiente para abrir novas oportunidades em vários setores do mercado!

E sobre a aplicação da realidade virtual nas empresas?

Mas que oportunidades são essas? De que formas a realidade virtual está se tornando realidade dentro do meio corporativo? Pois listamos aqui 7 exemplos para mostrar como essa tecnologia vem transformando o mercado para todos os empreendedores. Acompanhe!

1. Arquitetura

A Arquitetura foi a primeira área em que a realidade virtual mostrou seu valor de venda. E isso se deu pela própria natureza de criação e apresentação de um projeto: já há algum tempo, as maquetes eletrônicas ajudam arquitetos a projetar, além de darem uma visão mais realista do resultado final para os clientes. Imagine então ir além!

Com a realidade virtual, é possível caminhar por uma casa que ainda está apenas no campo das ideias como se ela já estivesse pronta, observando detalhes para ter uma boa noção de espaço em cada cômodo e até da disposição dos móveis. Além de dar essa sensação incrível na hora de vender o projeto, ainda é possível usar uma maquete em tamanho real para aprimorar o trabalho dos profissionais do setor.

2. Engenharia

Similar ao uso feito na Arquitetura, na Engenharia, a realidade virtual pode dar uma visão inédita sobre detalhes de uma fundação antes mesmo de se subir o primeiro tijolo! Programas em 3D aliados à tecnologia já vêm sendo usados para mostrar detalhes estruturais, bem como analisar o comportamento dos materiais escolhidos para o projeto, além de possibilitarem a manipulação direta desses elementos.

3. Medicina

A Medicina já vem sendo encarada como a área mais promissora para a inserção de realidade virtual. E isso em relação tanto à prática dos profissionais como ao tratamento de pacientes.

O recurso pode ser usado para treinamentos, dando ao médico uma visão 1 para 1 e permitindo que ele repita um procedimento quantas vezes for necessário, sem riscos. No futuro, espera-se que essa tecnologia ainda seja atrelada à robótica, fazendo com que os comandos do médico sejam replicados por máquinas com muito mais precisão e segurança em procedimentos cirúrgicos.

Do lado do paciente, a realidade virtual já é bastante usada, principalmente no tratamento de fobias e de casos de autismo, bem como forma de terapia para idosos com limitações de movimento.

4. Varejo

A realidade virtual também está sendo introduzida aos poucos no varejo, principalmente do lado do consumidor. Como você deve ter percebido, a explosão do e-commerce nos últimos anos já passou de mera tendência para a consolidação de um modelo de negócio. E a tecnologia é simplesmente perfeita para o setor.

Empresas que trabalham na área apostam na popularização da tecnologia, principalmente com os smartphones, começando a criar sistemas que exibem e permitem o manuseio dos produtos à venda por meio da realidade virtual. A sensação de manipular o objeto, reparando em todos os seus detalhes, é um fator de decisão de compra nesse mercado.

5. Moda

A moda segue o mesmo caminho! Nesse caso, empresas criam provadores virtuais que funcionam como um espelho refletindo a movimentação do usuário. No futuro, será possível inserir suas medidas no sistema e experimentar uma roupa em um avatar com o mesmo detalhe de texturas e caimento que um cliente teria na vida real.

6. Educação

Imagine poder viajar pelo sistema solar, observar uma erupção da boca do vulcão ou até participar da revolução francesa! Esse tipo de potencial da realidade virtual para o ensino já está sendo bastante explorado — principalmente em instituições de ensino a distância. A ideia por trás da tecnologia aplicada à educação é otimizar o currículo escolar, economizar em material e aumentar o interesse dos jovens, já habituados à tecnologia na rotina.

7. Treinamento

Por último, uma aplicação que vale para todas as áreas e é uma extensão do tópico anterior: a realidade virtual será cada vez mais usada dentro das empresas, para o treinamento e a atualização dos funcionários. Imagine um setor de manutenção de indústria que precisa trabalhar com um novo equipamento ou uma equipe que tem que trabalhar com grandes públicos e precisa entender como lidar com um fluxo grande de pessoas.

Empresários e diretores que buscam qualquer uma dessas vantagens dentro do seu ambiente corporativo já estão de olho nesse tipo de aplicação da realidade virtual nas empresas. As dúvidas quanto a preço, complexidade e utilidade estão ficando para trás. A hora agora é de olhar para a frente, encontrar oportunidades que a tecnologia disponibiliza para o mercado e aproveitá-las o quanto antes!

E então, gostou de saber mais sobre essa novidade tecnológica que vem transformando as empresas ao redor do mundo? Que tal ficar ainda mais informado sobre o assunto? Então venha nos seguir no Facebook, no Twitter e no Linkedin!

Sobre o autor

SONDA

A SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, atua em 10 países com mais de 22 mil colaboradores e 5 mil clientes ativos. Em parceria com seus clientes, a SONDA acredita que com o uso de soluções tecnológicas é possível transformar seus negócios, permitindo conquistar eficiência e vantagem competitiva. Entendemos do seu negócio e sabemos fazer acontecer, contando com uma equipe altamente capacitada. Para mais informações, acesse www.sonda.com/br.