Tecnologia da Informação

Conheça 7 vantagens da TI bimodal e comece a investir

Escrito por SONDA

Gestores de TI são continuamente pressionados para atingir melhores resultados e manter a infraestrutura de serviços digitais do negócio com alta performance. O detalhe é que são várias as possíveis estratégias a serem adotadas em busca de um ambiente de trabalho que permita ao negócio atuar para superar as demandas do mercado de maneira dinâmica.

Além do uso de indicadores de performance, do alinhamento de objetivos e da reestruturação de processos, uma das principais estratégias usadas por gestores de Tecnologia da Informação é o investimento na TI bimodal.

Esse modelo de gestão une metodologias tradicionais e modernas para criar um ambiente de trabalho mais flexível e eficaz. Em outras palavras, é um modelo de gestão híbrido que proporciona performance e produtividade máximas. A empresa passa a ser mais competitiva, pois consegue atender facilmente às demandas do mercado.

Quer saber quais são as vantagens da TI bimodal e como ela está impulsionando resultados em todo o meio corporativo? Então confira a lista que preparamos para o post de hoje!

1. Integração tecnológica na infraestrutura de TI

Contar com uma infraestrutura de TI que mantenha a boa performance e a agilidade deve ser uma das principais preocupações de um gestor de Tecnologia da Informação. Com o foco no ponto certo, o negócio consegue usar seus equipamentos sempre da melhor maneira possível, além de garantir mais agilidade e disponibilidade para os serviços digitais usados em processos críticos.

Nesse sentido, a adoção da TI bimodal auxilia na criação de um ambiente de trabalho mais integrado, em que toda a infraestrutura de TI funcione sempre com o máximo de desempenho possível. Os serviços serão moldados de acordo com a demanda dos usuários, gerando mais disponibilidade e performance para toda a infraestrutura.

2. Redução de custos operacionais

Uma das vantagens proporcionadas pela TI bimodal é a possibilidade de reduzir de maneira eficaz os custos operacionais do empreendimento. Afinal, como essa estratégia de gestão consegue tornar o ambiente de trabalho mais flexível, os profissionais automaticamente passam a ter maior abertura para adotar novas maneiras de gerir seus dados e processos diários.

A ampliação das possibilidades de gestão do negócio torna o dia a dia de técnicos e demais profissionais de TI mais simples. Eles conseguirão adotar rotinas mais adequadas para executar operações, o que facilita o alcance dos resultados desejados. Rotinas de trabalho a distância, por exemplo, são implementadas sem que ocorram perdas na produtividade de cada setor.

3. Simplificação dos processos de gestão

A TI bimodal também torna os processos de gestão mais eficazes, criando uma nova cultura dentro do negócio. Vale lembrar, no entanto, que esse processo não é simples! É necessário promover uma mudança de paradigma, com um time focado no dia a dia e outro em inovação e entregas rápidas.

Integrando essa metodologia à sua rotina, a empresa consegue reduzir o número de etapas necessárias para executar processos, agiliza procedimentos e garante mais amplitude a seu nível de produtividade.

Ao definir a melhor maneira de estruturar rotinas e projetos, o gestor de TI conta com um ambiente de trabalho mais flexível e com processos definidos com foco em resultados, o que traz mais objetividade.

Em muitos casos, o uso de uma metodologia mais flexível dá maior autonomia aos profissionais de TI. Isso reduz burocracias e proporciona agilidade à tomada de decisões. Dessa forma, a empresa pode executar seus processos em prazos menores, atingindo um elevado nível de produtividade.

4. Criação de ambiente inovador

A TI bimodal também cria um ambiente de trabalho mais inovador ao construir toda uma nova cultura operacional, permitindo que escolhas antes impraticáveis em um ambiente tradicional se tornem parte da rotina do empreendimento. Nesse contexto, os profissionais de TI têm acesso a um ambiente de trabalho com as ferramentas e o espaço necessários para que busquem flexibilidade e inovação.

A partir daí, com o ganho de autonomia em conjunto com diversos outros fatores, é possível testemunhar a melhora dos resultados de médio e longo prazos, ao mesmo tempo em que a otimização dos processos de trabalho internos é elevada às alturas.

5. Direcionamento das rotinas internas

Outra grande vantagem da TI bimodal é vista pelo melhor direcionamento das rotinas internas do empreendimento. É fato: a possibilidade de flexibilização de processos causada pela integração de políticas de gestão tradicionais e modernas traz para o ambiente corporativo mais eficácia e precisão.

Ao estruturar os processos de TI, o gestor passa a ter maior foco nas necessidades de cada usuário, o que contribui para a redução do número de erros operacionais, o que gera queda nos índices de retrabalho e ganhos nos níveis de produtividade.

6. Agilidade na resposta a mudanças

A TI bimodal cria um ambiente de TI que se adapta com mais facilidade tanto a mudanças de mercado como a alterações em projetos internos. Assim como outros fatores listados até aqui, isso acontece em função do ganho de flexibilidade operacional nos processos de Tecnologia da Informação.

Quando os profissionais estão em regimes que podem ser modificados sem grandes dificuldades, a evolução das tendências do mercado ou a alteração em qualquer projeto não é problema. O time de TI consegue se adequar ao novo cenário sem atrasos ou erros, uma vez que a estrutura do setor está voltada para a incorporação de novos objetivos com agilidade e precisão.

7. Ganho de competitividade

Por último (mas nem por isso menos importante), vem o ganho de competitividade proporcionado por essa maneira de gerir os processos do setor de TI. Tornando as rotinas de manutenção mais flexíveis e o dia a dia dos profissionais mais inovador, além de ampliar a capacidade do setor de se adaptar a mudanças, todo o negócio ganha qualidade na prestação de serviços.

É preciso entender de uma vez por todas que a tecnologia possui papel-chave no dia a dia de qualquer negócio. E quando o setor responsável pela manutenção dos dispositivos da área atua com maior agilidade e desempenho, toda a empresa é beneficiada! Afinal, a infraestrutura é facilmente adaptada a novos cenários, conseguindo operar sempre de acordo com as demandas externas.

Se surgir a necessidade de ter uma rotina mais ágil, o setor de TI pode ser redimensionado rapidamente para isso. Por outro lado, se as rotinas de determinado setor exigirem o uso de processos tradicionais, a empresa pode incorporar tais elementos a seu dia a dia sem ter que lidar com quedas de performance em outras áreas.

Em outras palavras, a TI bimodal prepara o setor de TI para enfrentar todos os desafios do ambiente corporativo moderno. Dessa forma, eleva a tecnologia a um papel-chave na empresa, criando mais competitividade e capacidade de competir por novas oportunidades de negócio.

Gostou da nossa lista com as principais vantagens da TI bimodal e quer ficar por dentro de outras novidades do nosso blog? Então aproveite para seguir nossos perfis no FacebookTwitterGoogle+ e YouTube!

 

Sobre o autor

SONDA

A SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, atua em 10 países com mais de 22 mil colaboradores e 5 mil clientes ativos. Em parceria com seus clientes, a SONDA acredita que com o uso de soluções tecnológicas é possível transformar seus negócios, permitindo conquistar eficiência e vantagem competitiva. Entendemos do seu negócio e sabemos fazer acontecer, contando com uma equipe altamente capacitada. Para mais informações, acesse www.sonda.com/br.